As Mentiras Mais Contadas Sobre o Vinho Rosé

Em tempos de luta contra o preconceito e a favor das minorias, mais uma vez venho aqui defender o meu querido vinho rosé. Então, prepare-se para quebrar paradigmas e descobrir o que essa bebida pode fazer por você.

Antes de tudo, não há exemplar mais versátil na hora de harmonizar com receitas culinárias. O “meio do caminho” entre tintos e brancos tem estrutura de sobra para suportar pratos de maior ou menor peso, sobretudo quando os protagonistas são os frutos do mar. 

800px-Lunch_and_a_glass_of_rose

Já provei muitos rosés maravilhosos, de diversos países como Argentina (o de Malbec é ótimo), Portugal (são perfeitos para acompanhar o bacalhau) e França (os da Provence, além de possuírem a cor linda, são secos e delicados). 

A VERDADE SOBRE OS ROSÉS

Porém, infelizmente os rosés ainda correspondem a apenas 2% das importações no Brasil, enquanto os brancos crescem a cada dia (o que não é nada incomum, visto que nosso país pede por exemplares próprios para serem consumidos geladinhos). Logo, se a ideia é a de desfrutar de um bom vinho em um dia quente, na beira da piscina, por que os rosés possuem pouquíssima expressão?

Pensando nisso, hoje vim desmistificar algumas mentiras propagadas sobre os rosados. Só digo uma coisa: quem continua acreditando nelas, perde a oportunidade de degustar um dos vinhos mais agradáveis, na minha opinião. Posso ficar sem vinho branco na adega, mas sem rosé? Jamais! 

656px-Rose_wine_

1. O rosé é uma mistura de tintos e brancos:

O rosé nunca foi, nem em sua origem, muito menos na atualidade, uma mistura de vinhos, a fim de obter sua coloração. Isso é puro mito. É até possível se produzir um rosé desta forma, mas sua essência de qualidade não tem nada a ver com isso. Sabemos que o processo de elaboração dos rosados se dá pelo contato das cascas com o mosto (suco da uva), por pouco tempo, o suficiente para transmitir a cor desejada. E é desta forma que os produtores sérios fabricam o seu rosé.

2. Vinho Rosé é coisa de “mulherzinha”

Essa mentira eu desmistifico por aqui todos os dias. Afinal, sou mulher e também adoro tintos e brancos. Simplesmente porque tenho o mesmo paladar que os homens. Sinto muito se os machistas ainda não descobriram o prazer que um rosé pode proporcionar.

E essa história de que “azul é cor de menino” e “rosa de menina” já caiu em desuso há muito tempo. Meu marido fica lindo de camisa rosa! Acho extremamente cool. E, quanto ao rosé, é certo que possui mais corpo que um branco e pode concentrar sabores tão interessantes quanto os de um tinto bem-elaborado. Permita-se e verá!

3. São elaborados com uvas de pior qualidade

Esta é a mentira mais cabeluda de todas! Os desinformados dizem que “como se trata de uma mistura de vinhos, são utilizadas as uvas de pior qualidade”. Pura balela. O que ocorre é justamente o contrário:  os rosés são mais delicados que os tintos, pois possuem menos substâncias antioxidantes para protegê-los de contaminações e reações químicas indesejáveis. Portanto, um bom rosé requer uvas da máxima qualidade e maior higiene no processo de produção, assim como uma maior atenção por parte dos enólogos.

wine-315002_960_720

 

4. Os rosés possuem baixo teor alcoólico

Essa é uma meia-verdade. Muitos rosés secos de hoje em dia buscam uma graduação alcoólica que assegure a fermentação de todo o açúcar, evitando que o vinho se torne excessivamente doce. Se bem que há alguns rosados com um toque de doçura, assim como brancos. Ainda assim, muitos alcançam 14% de volume alcoólico ou mais.

5. Não combinam com nenhum tipo de comida

Essa eu já desmenti logo nos primeiros parágrafos desse artigo. O rosé é um dos mais versáteis com comida. Vai bem com carnes leves, salmão, frutos do mar em geral (com anéis de lula fica divino), hambúrguer, paella, até pratos da culinária asiática. Com um japonesinho também fica perfeito! Tudo porque possui acidez e taninos na medida.

6. Bebida de quem não aprecia vinhos tintos

O mundo todo aprecia o rosé e me arrisco a dizer que ele está na moda. Ano passado, fui a Portugal e vi muita gente combinando pratos culinários com rosés. Nos supermercados, lojas virtuais e especializadas, tenho percebido um aumento na oferta de rótulos. Ou seja, é perfeitamente possível apreciar tintos e rosés. Cada um tem o seu momento. Simples assim. Basta começar!

8725541691_12b0d1c2ee_z

7. Rosés são todos iguais

É a mesma coisa quando algumas mulheres dizem que “os homens são todos iguais”. Puro preconceito. Há diversos tipos de rosés, elaborados com uvas de diferentes castas: merlot, malbec, cabernet sauvignon, pinot noir e por aí vai…Alguns são mais ácidos, outros recordam mais os aromas dos vinhos tintos, enfim, as possibilidades são infinitas. E esse é um dos prazeres em se degustar um bom vinho, não importa o estilo.

8. Rosé é para quem não gosta de vinho de verdade

Muita gente diz isso porque se trata de um vinho que geralmente não obtém certificações dos grandes críticos. Fato é que se trata de um exemplar que costuma durar pouco mais de um ano. Logo, é certo que não será recomendado para guarda. Mesmo assim, nos últimos anos os rosés vêm se destacando nas resenhas de grandes nomes, como Robert Parker.

 


Diante disso tudo, estou me sentindo uma embaixadora dos rosés no Brasil. ..rsrsrsrs. E é isso mesmo que quero ser. Ficarei feliz ao descobrir que aqueles que nunca degustaram um rosado já estão se arriscando. Vale muito a pena! Desafio você a experimentar e depois me contar suas impressões. Que tal?

Bons rosés! Tim-Tim

 

 

3 comentários em “As Mentiras Mais Contadas Sobre o Vinho Rosé

  1. Amei seu texto! Irei repassá-lo para muitos que ousam falar mal desse vinho incrível, com certeza.
    Estive em pela Europa no ano passado e me fartei de rosé de cada lugarem que estive, coisa que igualmente faço no Brasil, diga-se de passagem.
    Grande abraço!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s