3 Histórias Sobre Vinhos Para Contar Nas Noites Frias

Friozinho e nada melhor que reunir os amigos em torno de uma lareira. Nesse momento, o bate-papo costuma rolar solto, às vezes até altas horas da madrugada. Quando viajamos para a serra com a família, a contação de “causos” flutua sobre diversos assuntos, incluindo, lógico, os vinhos! E foi pensando nisso, que separei para vocês algumas curiosidades sobre o mundo de Baco, dessas que deixam qualquer encontro ainda mais divertido.

1- AS ROSAS NOS VINHEDOS

Reza a lenda que por volta de 1475, o Rei da Espanha, Fernando V de Castela, ouviu de sua esposa, a Rainha Isabel I, que certo vinhedo do reino era triste e sem vida. Sendo assim, para agradar a esposa, o rei ordenou que se plantasse rosas ao redor das videiras. Isabel ficou tão encantada, que pediu ao marido que todos os vinhedos do reino fossem decorados com as rosas.

wachau-257394_1280

Histórias à parte, o fato é que essa ação é preventiva e não decorativa. As videiras são muito sensíveis a um fungo que provoca uma doença chamada “oídio”, muito prejudicial e difícil de ser erradicada se não for detectada precocemente. Esse fungo também ataca as flores delicadas, como as rosas, e seus sintomas (manchas nas folhas) são visíveis primeiro nas rosas e, em seguida, nas videiras. Portanto, o motivo real do cultivo das flores é que estas sirvam de alerta para detectar a doença a tempo de tratá-la nas videiras antes que seja tarde.

2 – DON PERIGNON: O MONGE QUE CRIOU O CHAMPANHE

Em 1661, Don Perignon, abade de Hautvillers, na região francesa da Champagne, ordenou que cavassem um buraco debaixo do monastério, a fim de salvar diferentes tipos de vinhos. Entre eles, havia uma quantidade de garrafas de vinho branco que, ao que parecia, não tinham terminado sua fermentação.  Após um tempo, as garrafas começaram a explodir devido a uma segunda fermentação ocorrida de forma espontânea. Ao provar esse novo vinho, o monge – que era cego e tinha o olfato e o paladar bastante apurados – teria dito, “Estou bebendo estrelas!”.

mongedonperignon.jpg

Não há evidências de que esse fato foi real. Certo é que, antes de Don Perignon, as bolhas eram consideradas um defeito no vinho. E, apesar da lenda ter lhe atribuído a criação do método champenoise, é possível que ele tivesse apenas melhorado uma técnica já conhecida. No entanto, não há dúvidas de que sua contribuição para transformar vinho em champanhe foi um marco na história da enologia.

3 – VINHO DE GELO

A lenda russa conta que o monarca Alexander III ordenou que se criasse um vinho que não fosse produzido com uvas. Algo raro, mas que não escapava às excentricidades típicas de um rei. Então, lhe trouxeram uma garrafa de vinho tinto congelada e lhe disseram que este fora feito com gelo e restos de diversas frutas vermelhas, que davam cor à bebida. Ingênuo, o rei acabou acreditando.

75820790_e5df2dfc39_b

Na verdade, o Vinho de Gelo ou Ice Wine realmente existe. Oriundo da Alemanha e produzido em outros países, como o Canadá, o vinho tem esse nome pois a colheita de suas uvas ocorre quando estas estão congeladas. Depois, as frutas são prensadas rapidamente antes que se descongelem. Assim, só se aproveita o mosto sem água, já que os cristais de água ficam na prensa. Desta forma, se obtém um vinho com alto teor de açúcar e acidez, de sabor muito agradável.


Curtiram? Então, no próximo encontro regado a vinhos, divida essas histórias com os amigos. Aposto que eles vão adorar! E você? Tem alguma história ou lenda sobre vinhos para contar? Manda para mim! É ótimo para enriquecer o repertório.

Boa semana! Ótimos vinhos! Tim-Tim!

 

 

 

Um comentário em “3 Histórias Sobre Vinhos Para Contar Nas Noites Frias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s