As 7 Melhores Descobertas Científicas Sobre Vinhos

Centenas de pesquisadores se debruçam em pesquisas sobre o mundo do vinho e não é por acaso. Afinal,  o nosso néctar dos deuses é a bebida mais saudável e saborosa do mundo. E foi pensando nisso que separei para vocês algumas descobertas realizadas por esses maravilhosos estudos. 

1- A RAINHA DAS UVAS TINTAS

Versátil, do tipo que se adapta a qualquer terroir, a Cabernet Sauvignon é simplesmente a casta de uva mais plantada no mundo para a fabricação de vinhos. Essa descoberta é de autoria do economista australiano Kym Anderson, da Universidade de Adelaide, após analisar 44 países responsáveis por 99% da produção mundial de vinhos.

800px-Jacob's_Creek._Cabernet_Sauvignon._Barossa_Valley_SA

2- QUANTAS BOLHAS EXISTEM EM UMA TAÇA DE CHAMPANHE?

Levando em consideração aspectos como temperatura e dinâmica da perlage, o físico francês Gérard Liger-Belair (só mesmo um francês para realizar um estudo desse), da Universidade de Reims, contabilizou cerca de 1 milhão de bolhas em cada taça de espumante. 

Pouring_champagne

3- ADEGA DAS ANTIGAS

Arqueólogos americanos da Universidade de Brandeis descobriram, na cidade de Tel Kabri, em Israel, uma das adegas mais antigas do mundo. Segundo os estudos, a cave foi construída há cerca de 3.700 anos. Os pesquisadores retiraram do local 40 vasos com capacidade para guardar até 50 litros de vinho.

adega-arqui
Adega de 3.700 anos em Israel. Créditos: Revista Veja 

4 – MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Essa nós já noticiamos aqui no Vila Vinífera. Por conta do aquecimento global, poderá ocorrer uma redução de 25 a 73% da área disponível para cultivo de uvas destinadas à produção de vinhos, até 2050. A previsão é de autoria de pesquisadores da organização Conservation International. Países como a França já vêm sofrendo os efeitos desse fenômeno e terão que se reinventar para continuar produzindo bons vinhos no futuro.

grapes-984493_640

5 – DOR DE CABEÇA

Certa vez, uma amiga me disse que o marido dela sempre tinha enxaqueca após beber vinho Malbec. Achei que fosse por conta da quantidade de sulfitos presentes em alguns exemplares. Porém, na época eu ainda não tinha ouvido falar na descoberta do neurologista brasileiro Abouch Krymchantowski, que constatou que Tannat e Malbec são as variedades de vinhos que mais provocam enxaqueca nas pessoas. De acordo com o médico, a forte concentração de tanino justificaria o fenômeno, gerado por uma liberação súbita de serotonina no organismo.

8725541691_12b0d1c2ee_z

Então, parafraseando Shakespeare, há mais coisas em torno do vinho do que pode imaginar a nossa vã filosofia. E o meu radar está bem ligadinho para captar todas as descobertas sobre a nossa bebida favorita.

Espero que tenham curtido. Amanhã é sexta, dia de desvendar os mistérios do vinho. Até a próxima! Tim-Tim!

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s