Taça Viajante: As Maravilhas da Alsácia

Em nossa nova série de posts, vamos desvendar um pouco dos mistérios das regiões vinícolas francesas. E não é à toa que estas são tão famosas! Afinal, nelas são produzidos alguns dos melhores vinhos finos do mundo.

kaysersberg-356955_1280
Vinhedos em Kaysersberg, Alsácia

Para começar, vamos falar sobre a Alsácia. Eu mesma nunca tinha ouvido falar dela, até assistir ao documentário “Somm Dentro da Garrafa”. O lugar é lindo, fiquei apaixonada, com vontade de visitar e, obviamente, de escrever sobre ele.

A ALSÁCIA

Trata-se de um região vinícola localizada no nordeste da França, junto à fronteira da Alemanha, que é delimitada pelo Rio Reno. Ao longo da história, a Alsácia foi palco de grandes batalhas histórias entre franceses e alemães. Volta e meia o controle da região era revezado entre os dois países.

Os vinhedos da Alsácia estão espalhados entre as montanhas de Vosges e ao longo do Rio Reno. As montanhas agem como uma espécie de escudo contra a umidade do Oceano Atlântico. Por isso, a Alsácia é uma das regiões mais secas da França, apesar de estar posicionada ao norte, que abrigaria locais mais úmidos.

landscape-1471927_1280
Vinhedos entre as Montanhas de Vosges, Alsácia

Os solos são bastante variados, indo do arenito, granito aos exemplares vulcânicos, das encostas das montanhas. É possível, ainda, encontrar um calcário rico em argila nas planícies ao longo do rio. Essa distinção de solos permite que se cultive diversos tipos de uva na região.

PRINCIPAIS VARIEDADES DE UVAS

Na Alsácia, a influência alemã não se mostra apenas no sotaque e estilo de vida de seus moradores. Ela também é encontrada nas variedades de uvas cultivadas em seu terroir, muitas das quais são muito populares também na Alemanha.

RIESLING: Diferente da sua equivalente alemã, a Riesling da Alsácia costuma dar origem a vinhos finos secos. Por conta do clima quente, esses exemplares são mais encorpados e ácidos, com notas aromáticas mais maduras e menos mineralidade.

GEWURZTRAMINER: Trata-se de uma casta tão perfumada, que às vezes lembra a Moscato. Na Alsácia, costuma dar origem a vinhos finos secos, mas que também pode ser doce, por meio de colheita tardia.

PINOT GRIS: A terceira principal uva branca da Alsácia alcança altos níveis de maturidade quando cultivada por lá. Logo, resulta em vinhos finos cítricos e picantes, porém delicados e com aromas tropicais. Esse estilo é tido como mais completo que o da Pinot Grigio.

PINOT NOIR: Muitas vezes esquecida quando nos referimos à Alsácia, trata-se da casta tinta mais cultivada na região. A Pinot desse terroir produz vinhos de expressão mais fina e ácida quando comparados aos equivalentes da região da Borgonha.

barris_alsacia
Barris na Alsácia, com Vinhos Finos de Suas Principais Castas

ESTILOS DE VINHOS FINOS

  • Os Grand Crus da Alsácia são considerados, ao longo dos séculos, aqueles que mais expressam as características das castas locais. Eles correspondem a pequenas áreas de vinhedos, claramente definidas por algumas aldeias, como Rangen e Schlossberg.
  • Vendange Tardive, termo francês para designar os vinhos finos de Colheita Tardia, é um tipo muito comum na Alsácia. Assim como seu nome mesmo diz, as uvas são deixadas por mais tempo nos vinhedos até a colheita. Resultam em exemplares doces de sobremesa.
  • Séléction de Grains Nobles são vinhos finos elaborados a partir de uma pequena seleção de uvas atacadas pelo fungo Botrytis (podridão nobre), exatamente como os vinhos de Sauternes, ou seja, doces e saborosos.

Four_Hugel_bottle_labels

RÓTULOS FAMOSOS

Vejamos alguns rótulos conhecidos por apresentar o que há de melhor no terroir da região:

  • Hugel Gewurztraminer
  • Trimbach Riesling Alsace Clos Sainte Hune
  • Domaine Zind Humbrecht Riesling Alsace Grand Cru Rangen De Thann Clos Saint Urban
  •  Lucien Albrecht Crémant d’Alsace Brut Rosé
  • Domaine Marcel Deiss Alsace Grand Cru Schoenenbourg

Cremant Rose Label

Espero que tenham gostado! Fiquem ligados, pois ao longo dessa série vocês vão conhecer o básico sobre os mais famosos terroirs franceses. Bagagem suficiente para viajar e trocar ideias com os amigos. Além de, obviamente, degustar rótulos memoráveis.

Anúncios

Um comentário em “Taça Viajante: As Maravilhas da Alsácia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s