Qual Será o Impacto do Brexit Para os Amantes dos Vinhos Finos?

Uma votação no Reino Unido acaba de determinar que o mesmo deixará de fazer parte da União Européia. Pois é, sabemos que os ingleses há séculos desfrutam dos melhores vinhos do mundo com certas regalias. O Champanhe Brut, por exemplo, foi inventado exclusivamente para atender ao paladar britânico. Grande parte das caves portuguesas de Vinho do Porto pertencem a ingleses, sendo que sua relação com Portugal remota aos tempos de Dom João VI.

brexitbottle-11.jpg

AUMENTO DE CUSTOS

Mas, e aí? O que os ingleses vão beber a partir de agora?  Afinal, é fato que, com a desvalorização da libra, os impostos dos fermentados oriundos de países da U.E vão aumentar (e muito!), inclusive para o consumidor final. Sem falar que os produtores de vinho do Reino Unido poderão ter aumento nos custos de mão de obra, visto que a imigração começará a analisar os vistos de trabalhadores provenientes de países da União Européia.

FALTA DE SUPORTE DA U.E

Outro fator é que a U.E, bem antes da votação, já não investia tanto na promoção e desenvolvimento dos vinhos ingleses. Ou seja, o Reino Unido avançou no quesito vinhos sem o mesmo auxílio que os demais países tiveram.

QUAL SERÁ A ALTERNATIVA?

Devido ao cenário atual, provavelmente os vinhos de países de fora da União Europeia serão mais atrativos para o consumidor inglês. Inicialmente, os britânicos poderão recorrer à África do Sul, que possui um grande potencial de barganha. Porém, outros páises poderão ser beneficiados, como Austrália, Nova Zelândia, Chile, Argentina e Brasil (por que não nós? rs). Esses poderão ser os próximos a encherem as taças dos britânicos, abrindo um novo mercado promissor para suas vinícolas.

Em tempo: as autoridades de Portugal admitiram sua tristeza pela decisão do povo britânico de deixar a União Europeia, mas insistiram que a histórica relação entre os dois países “vai além” do “brexit” e se manterá no futuro. “Temos uma relação com o Reino Unido que vem de muito antes que a que temos com a UE e que continuará à frente de sua saída do projeto europeu”, garantiu o premiê português, o socialista António Costa.

Aguardaremos as cenas dos próximos capítulos….

Referências: Jancis Robinson, G1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s