Rótulo e Contra-rótulo: O Cara e Coroa do Vinho

Se toda moeda tem os lados cara e coroa, com o vinho não é diferente. Todo néctar que se preze possui rótulo e contra-rótulo. E isso tem influenciado cada vez mais os consumidores durante a escolha da garrafa ideal.

size_810_16_9_homem-segurando-uma-garrafa-de-vinho

Alguns são sóbrios e distintos, outros modernos e coloridos. Qualquer que seja o estilo do rótulo e contra-rótulo, é importante observá-los com atenção, visto que estes trazem informações superimportantes sobre sua origem. Porém, em tempos de mais do mesmo, as empresas que propõem inovações neste quesito inevitavelmente acabam saindo na frente. Afinal, qual consumidor leigo não gostaria de ter em mãos dicas de temperatura de serviço e harmonização? Trata-se de um serviço que as vinícolas prestam, a fim de que a experiência de degustação se torne ainda mais especial.

ATENÇÃO ÀS INFORMAÇÕES

Classificação: indica a qualidade do vinho. Cada país adota regras próprias de classificação. Algumas mais comuns são: Vinho de Mesa, Vinho Regional, Vinho de Denominação de Origem Controlada.

Contra-Rótulo: pode conter informações sobre a vinícola, a uva, a safra e o método de vinificação. Inclui, ainda, o registro no Ministério da Agricultura, endereços, contatos etc. Porém, o grande plus neste caso são as informações adicionais que chegam como uma prestação de serviço para os enófilos iniciantes. Notas Olfativas e Gustativas, Dicas de Harmonização e Temperatura de Serviço, quem sabe até uma historinha sobre a origem do nome do vinho…. tudo isso só agrega positivamente à experiência de degustação, ao mesmo tempo em que contribui para fidelizar a clientela.

Aqui temos o rótulo e contra-rótulo do vinho Coletânea, da Lidio Carraro. O rótulo é bem bonito, homenageando a Vela, modalidade olímpica que tem tudo a ver com a temática da Rio 2016. O contra-rótulo, por sua vez, é daquele tipo 4 estrelas. Mostra um textinho falando sobre a Vela e, em seguida, dicas de temperatura de serviço, notas de degustação e harmonização com pratos culinários. Só senti falta de notas de degustação, que dão uma boa ideia do que esperar do vinho. 

Marca ou Nome do Produtor: é a assinatura do vinho.

Numeração: em reservas especiais, alguns produtores costumam numerar a garrafa e o lote.

Safra: ano da colheita da uva. Se for uma grande safra, o preço do vinho é mais alto.

Teor Alcoólico: uma pista importante sobre o corpo do vinho (leve, médio ou encorpado). Quanto maior o teor, mais encorpado tende a ser o vinho, embora outros fatores também contribuam com o corpo.

Rótulo e contra-rótulo do Espumante Joaquim, da Villa Francioni. O rótulo é do tipo sóbrio, sem deixar de ser belo, com letras douradas e linda caligrafia. Para o contra-rótulo, eu daria 3 estrelas. Falta mais informações que agreguem à apreciação, como tempo de serviço (para espumante, é essencial), bem como dicas de harmonização e até a taça ideal para uma experiência de degustação perfeita. 

Uva: o nome da casta que predomina no vinho, caso seja um varietal. Em vinho de corte ou assemblage, pode aparecer o nome de mais de uma uva.

Volume: quantos mililitros de vinho contém a garrafa. A maioria traz 750ml.

O CONTRA-RÓTULO DAS IMPORTADORAS

No Brasil, acontece algo curioso com os vinhos importados. Nossa legislação exige que se informe, na embalagem, os ingredientes do produto. Acontece que em outros países, como a França, por exemplo, não existe essa obrigatoriedade. Para contornar o problema, os importadores costumam acrescentar um novo contra-rótulo à garrafa, a fim de atender às exigências internas. Muitas vezes, este contra-rótulo quebra a harmonia da garrafa, sem falar que chega pobre em informações que fatalmente poderiam ser encontradas no exemplar original.

Amo de paixão esses rótulos dos vinhos chilenos Aves Del Sur. Cada rótulo traz uma ave, mudando de acordo com o tipo de uva. Só por isso, o contra-rótulo poderia ser mais bem aproveitado. Logo, dou 1 estrelinha apenas para ele. É do tipo que só diz o que pede a legislação, ao passo que poderia rolar um textinho, neste caso, informando sobre o Pato. Sem falar nas dicas de harmonização, temperatura de serviço etc.

E aí, pessoal?  Se tiverem um bom contra-rótulo, podem me enviar que publico aqui ou na Fanpage do Facebook. Ultimamente tenho estado à caça de exemplares que sejam originais e, ao mesmo tempo, funcionais.

Boa semana! Bons Vinhos! Tim-Tim!

Imagem: Revista Exame

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s