Oito Dicas Para Evoluir Como Apreciador de Vinhos

Antes de listar as superdicas de hoje, vale lembrar que um apreciador de vinhos, ou seja, um autêntico “winelover”, muitas vezes ainda nem se deu conta disso. Muitas vezes o amor pelo néctar de Baco começa em casa, provando alguns rótulos mais baratos e despretensiosos, junto com os amigos.

5800e6966f5a1_575_

Em seguida, surge a vontade de arriscar rótulos mais complexos. Aí, meus amigos, é quando a paixão realmente é fulminante. E, uma vez que se embarca nessa, é viagem de ida sem volta. Quanto mais a gente se envolve com o vinho, mais aumenta o impulso de se aprofundar sobre o assunto. Então, se você é iniciante nesse mundo e não sabe quais serão os seus próximos estágios de evolução, confira essas dias:

1- Visite Vinícolas

Se você tem a oportunidade de morar perto de uma região cercada de vinícolas, aproveite esse benefício! Nada como ter contato constante com uvas, videiras e cantinas, onde se produz a nossa bebida favorita. Agende visitas semanais ou quinzenais, a fim de curtir isso ao máximo! Quem dera ter vinhedos próximos de mim. Mas, como não é o caso, tenho que fazer como grande parte das pessoas, que viajam para estar mais perto das vinhas.

Atualmente, devido à grande procura, muitas agências estão investindo no enoturismo, com roteiros fantásticos em vinhedos nos 4 cantos do mundo. Porém, é superpossível ir por conta própria (para mim, é a melhor opção!). Eu costumo ver tudo, desde a passagem, a hospedagem, passeios. Adoro planejar a viagem! Mas entendo aqueles que preferem delegar isso a terceiros ou que não se sentem seguros o suficiente para criar o roteiro dos sonhos.

Enfim, saber como o nosso néctar é feito sem dúvida é mágico! Sou do tipo que adora tanques, barris, uvas, vinhas, degustações, ouvir as explicações… amo mesmo e recomendo!

2- Leia Revistas, Artigos e Blogs de Vinho

Aqui podemos encontrar uma riqueza enorme de informações que nos tornarão ainda mais familiarizados com o vinho, tudo escrito por sommeliers, jornalistas especializados e enófilos apaixonados. São relatos de experiências pessoais, infográficos, recomendações de vinhos e muito mais.

O Enoblogs, por exemplo, é um portal que reúne mais de 300 sites sobre o assunto. Perfeito para quem deseja ingressar no maravilhoso mundo do vinho. Quanto à revista, minha preferida é a Adega. Vale a pena assinar, amo quando meu exemplar chega e devoro rapidinho.

3- Siga Enólogos, Sommeliers e Vinícolas nas Redes Sociais

Quer aprender e descobrir coisas novas sobre vinho? Nada melhor que seguir esses profissionais, que pensam em vinho 24 horas por dia. Desde fotos, eventos, promoções de vinhos em lojas, notícias, degustações gratuitas, enfim, informações valiosas para iniciantes e iniciados.

4 – Assista a Aulas, Palestras e Seminários Que Tenham a Ver com o Mundo do Vinho

Nesses eventos, além de aprender, se tem a oportunidade de realizar um ótimo networking, conhecendo pessoas mais experientes e familiarizadas com o ambiente enológico, desde enófilos e curiosos, passando por profissionais e proprietários de lojas e bistrôs.

Outro ponto interessante é entender que nunca é demais perguntar, mesmo que pareça bobo ou desnecessário. Uma das maiores qualidades em um apreciador de vinhos é a humildade. Estar sempre disposto a aprender é fundamental! Ninguém sabe tudo. Vinho é um universo vasto e inesgotável.

5- Prove Diferentes Estilos de Vinho

Comece por estilos simples, entre tintos, brancos e rosés. Também vale comparar diferentes tipos de vinificação. Em seguida, experimente tentar descobrir as uvas através do paladar. Ou seja, a degustação, para quem está começando, é fundamental. Aquela “tacinha diária” pode fazer milagres na sua evolução e, em pouco tempo, você estará craque.

6- Desenvolva um Vocabulário Rico, Longe de Ser Enochato 

À medida que for se familiarizando com o universo do vinho, certamente seu vocabulário ficará mais apurado, enologicamente falando. Porém, guarde-os para os amigos enófilos, leituras e degustações oficiais. Afinal, ninguém quer ser considerado enochato, não é mesmo?

7- Crie Seu Próprio Universo Aromático

Quando se começa a degustar vinhos, é supercomum não identificar esse ou aquele aroma. Por isso, vale cheirar tudo o que vê pela frente. Vá ao supermercado ou na feira e não tenha vergonha de usar o olfato em praça pública. Só assim você terá contato com os aromas com os quais irá se deparar na taça e, sim, saberá identificá-los no ato. Ao degustar um vinho, seja ele simples ou mais complexo, lance de mão de fichas, a fim de anotar todos os odores notados (especiarias, flores, frutas, café, tabaco, chocolate), bem como coloração, corpo, acidez, entre outros aspectos.

8- Mantenha a Prática e a Paciência 

O mundo do vinho é descoberto pouco a pouco. Fica impossível virar a taça de uma só vez, ou seja, leia livros, prove rótulos, assista a aulas, sorva as informações dia após dia. Só assim você poderá evoluir e obter o máximo de prazer com a bebida, indo além do que se imagina. Afinal, vinho é sabor e história engarrafada.


Enoamigos, espero que tenham gostado e que coloquem as dicas em prática. Saibam que a medida que nos entregamos a esse universo, a paixão só aumenta. Não duvido nada que, no fim da experiência, vocês decidam viver de vinho para sempre. O risco é sério!

Boa semana! Bons Vinhos! Tim-Tim!

Referência: Big Wine Theory

Anúncios

2 comentários em “Oito Dicas Para Evoluir Como Apreciador de Vinhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s