Wine Tour: Conheça as 10 Capitais Mais Famosas do Mundo do Vinho

Amigos viníferos, apertem os cintos! Hoje vamos dar um giro por alguns dos lugares mais encantadores do planeta no que diz respeito ao nosso néctar dos deuses. Alguns, com certeza você já deve ter ouvido falar e acredito que estejam na sua lista de futuros roteiros.

Antes de tudo, vamos falar de vinho. Simplesmente trata-se de uma das bebidas mais emblemáticas ao longo da história. Segundo registros, é possível que o nosso néctar tenha mais de 6.000 anos de idade. Porém, o fermentado não é o mesmo em todo o mundo. Há regiões com características ideais para se obter um ótimo resultado no produto final.

E, para que tudo isso fosse valorizado, em 1999 foi criada a comissão das Grandes Capitais do Vinho (Great Wine Capitals), que tem o objetivo de potencializar a vitivinicultura nas principais regiões do mundo, dando destaque à cultura e ao turismo de cada cidade.

Atualmente, esse grupo conta com 10 capitais:

Bordeaux (França): trata-se de um dos lugares mais emblemáticos quando se fala de vinho, sendo que  seu governo foi fundamental na criação da Great Wine Capitals. O enoturismo da região nunca esteve tão em alta, sobretudo após a inauguração de um museu inteiramente dedicado à cultura de Baco, o Cité Du Vin

main_laciteduvin

Cidade do Cabo (África do Sul): é a porta de entrada para a região vinícola do Paísadquiriu grande importância ao longo dos séculos. Ultimamente, tem se destacado pelas rotas turísticas, que atraem milhares de enófilos ao redor do mundo. Suas principais regiões de vinhedos são Stellenbosch, Constantia e Franschhoek.

cidade-do-cabo

Christchurch – Ilha Sul (Nova Zelândia): a combinação de suas paisagens com a viticultura faz desta capital uma das mais belas e pitorescas dessa lista.

ilha-sul_novazelandia

Logroño – Rioja (Espanha): com tradição vinícola de mais de mil anos, a cidade foi uma das primeiras a introduzir a enologia moderna e vem aplicando muitas de suas técnicas desde o século IX.

vinedosrioja

Mainz Rheinhessen (Alemanha): a cidade foi fundada pelos romanos, responsáveis pelo cultivo de seus primeiros vinhedos. Um lugar com mais de 2.000 anos de história e cultura riquíssimas.

alemanha_vinhedos

Mendoza (Argentina): com o clima ideal para o cultivo da Malbec, sua casta mais emblemática, a região foi uma das últimas capitais mundiais do vinho, tendo sido nomeada em 2005. O enoturismo está bombando e a cidade  tem recebido muitos visitantes, sobretudo nós, brasileiros.

mendoza

Florencia (Itália): no mês de Maio, a cidade costuma receber milhares de visitantes, que se enveredam por suas cantinas e vinícolas para degustar ótimos vinhos toscanos. Nesta época, é possível visitar empresas que produzem alguns dos fermentados mais famosos do mundo. Sem falar nas paisagens encantadoras… Lindo de viver!

florenca

Porto (Portugal): é simplesmente a casa do Vinho do Porto, um dos mais míticos do mundo. Esse néctar fortificado está presente em Vila Nova de Gaia, com suas dezenas de caves famosas, como Taylors, Sandeman e Real Cia Velha. Para completar, a cidade ainda está localizada na região do Douro, uma das mais belas de Portugal. Vale a visita!

quinta_dos_frades_cima_corgo

San Francisco – Napa Valley (EUA): foi a primeira região do mundo a abrir-se ao enoturismo, no final do ano de 1.800, com destaque para o trabalho em conjunto com a gastronomia. Após uma queda (com a Lei Seca) e ressurgimento (em 1976 alguns de seus rótulos desbancaram famosos franceses no Julgamento de Paris), Napa Valley passou a fazer parte dos sonhos de milhares de apreciadores de vinhos ao redor do mundo.

usa_cali_napa_valley_sign

Valparaíso – Vale de Casablanca (Chile): possui um dos climas mais frios entre os vales chilenos, o que ajuda na qualidade de sua matéria-prima. O maior cultivo é o da uva Chardonnay, com 2.269 hectares, seguida de Sauvignon Blanc, com 1.950 hectares.

chile

Espero que tenham curtido esse nosso rápido giro pelas capitais do vinho. Animados com o fim de semana? Aqui no Rio o calor deu lugar a um tempinho gostoso e mais fresquinho. Vontade de abrir um tinto hoje. Afinal, para mim, é um dia de celebração. Porém, como eu sempre digo por aqui, comemoração é para todo dia.

Ah, e em breve mais um Wine Drink, hein? Aguardem!

Bons vinhos! Tim-Tim!

Referências: Big Wine Theory

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s