Lifestyle: Em Defesa do Vinho de Meia-Garrafa

Acho que a maioria dos enófilos admitiria que, ao entrar numa loja de vinhos, a seção de meias-garrafas é a primeira a ser visitada. Para falar a verdade, muitas pessoas provavelmente nem percebem que estão lá. Até hoje é o que acontece comigo! Ou seja, a meia-garrafa sempre foi subestimada. A gente pega, olha o preço e pensa assim, “Na ponta do lápis vale mais a pena levar 750 que 350ml”.

6650497789_d2fdd468a4_n

Será verdade?

BORA PENSAR NOS PRÓS E CONTRAS

Reflita e certamente você chegará à conclusão de que se trata de um tamanho único! Afinal, é menos que uma garrafa cheia e mais que as minis de uma só dose ( 187ml), que se tornaram tão populares ultimamente. A seleção geralmente é limitada e, além disso, a meia-garrafa não se presta a ocasiões ou circunstâncias específicas. Ou seja, na real ninguém se dirige a uma loja de vinhos pensando, “Preciso comprar uma meia-garrafa!”. 

8483602274_012fe59436_n

Por tudo isso, eu argumentaria, inclusive, que a meia-garrafa é, na verdade, um dos maiores negócios de utilidade da indústria do vinho. Pode ser um herói desconhecido. Mas só se você quiser, claro! Não é tão elegante quanto uma garrafa cheia e nem é tão divertido de comprar. Mas os produtos mais práticos e úteis geralmente não são conhecidos por seu charme e sim pelas vantagens que podem te proporcionar. E, pelo menos para mim, é isso o que faz da meia-garrafa uma grande escolha. 

1/2 GARRAFA: VOCÊ SÓ DESCOBRE O QUANTO ELA É BOA QUANDO PRECISA DELA

Pois é, estou aqui defendendo a meia-garrafa, mas nem sempre pensei desta forma. Há um tempo tenho adotado essas queridinhas com mais carinho, tudo porque não é sempre que alguém está disposto a dividir uma garrafa comigo.

14648925990_6acb213c58_n

Meu marido, por exemplo, nos fins de semana aqui em casa ou em restaurantes, geralmente, acaba optando pela cerveja. Ou seja, a possibilidade de eu me empolgar demais com uma garrafa inteira é grande quando estou degustando-a sozinha. E, no dia, seguinte, quem é apaixonado por vinho sabe que a sensação nem sempre é agradável. Ou seja, para esses casos, a meia-garrafa é sim, uma solução e tanto!

Fora isso, sabe quando você vai num restaurante rolha free (que não cobra taxa) e a sua companhia não está disposta a dividir uma garrafa ou, então, prefere um rótulo branco quando naquele dia tudo o que você mais quer é uma taça de tinto? Sim, isso acontece! Levem cada um uma meia-garrafa de seu estilo favorito e aproveitem! Simples assim!

O TAL DO CUSTO X BENEFÍCIO

Enfim, apesar do valor da meia-garrafa muitas vezes não compensar frente a uma garrafa inteira (nunca é metade do preço!), é preciso admitir que é sempre bom ter uma ou outra na adega para aqueles casos de necessidade, como os citados acima. Sem falar que é a quantidade de vinho perfeita para uma noite sozinho, sem o risco de sobrar para o dia seguinte (e, cá entre nós, a bebida nunca está igual ao dia em que a ampola foi aberta). Ou seja, se você está só, é muito mais prático comprar uma meia-garrafa e ser feliz! Sim, em se tratando de vinho, é possível ser feliz sozinho!

15405286697_545fa2c9fb_n

“Ah, mas eu nunca bebo só meia-garrafa no fim de semana!”. Pois é, pode ser que a ampola de 350ml não te satisfaça num sábado à noite, quando você está acompanhado e o papo rola solto. Mas, sozinho, num dia de semana, quando se precisa acordar cedo no dia seguinte, a meia-garrafa é perfeita!

Uma meia-garrafa também pode ser a salvação para aquelas noites nas quais não se consegue decidir o que beber. Tinto ou branco? Pinot Noir ou Malbec? Ou meu dilema pessoal, “Vinho tinto ou espumante?” Para mim, é uma decisão superdifícil de tomar, sobretudo quando eu estou MESMO desejando um espumante, mas não sei se conseguirei seguir adiante com as borbulhas até o fim da noite (as perlages costumam ser traiçoeiras..rsrsrs). Graças à meia-garrafa, não preciso fazer essa escolha. Basta comprar 350ml de cada e correr para o abraço enquanto a noite continua! 

ALÉM DA VERSATILIDADE 

Viu como, em muitas ocasiões, uma meia-garrafa pode resolver metade dos seus problemas? E sabe que o portfólio para elas nem anda tão limitado? Cada vez mais as empresas estão investindo em meias-garrafas de seus melhores rótulos, os chamados best-sellers. E tem de todos os estilos – espumante, branco, rosé, tinto, doce… Ou seja, vai da entrada a sobremesa sem te dar prejuízo! 

6620061173_31bb5036dd_n

Se você é um amante dos tintos, já é possível encontrar, por exemplo, em meia-garrafa os rótulos TOP da Vinícola Catena (Malbec e Pinot Noir). Se não couber no seu bolso,  ainda é possível se deliciar com o clássico Casillero Del Diablo. Bom demais! Aliás, esses foram alguns dos motivos pelos quais decidi dar uma chance às meias-ampolas.


Então, enoamigos, se vocês ainda não provaram da versatilidade de uma meia-garrafa, chegou a hora de vivenciar todo o seu senso prático.

Até a próxima! Ótima semana repleta de bons vinhos! Tim-Tim!

 

 

 

 

 

 

Anúncios

2 comentários em “Lifestyle: Em Defesa do Vinho de Meia-Garrafa

  1. Eu vejo nas meias garrafas uma possibilidade de experimentar mais.

    Ano passado entre um Barolo e um Barbaresco da Pio Cesare levei duas meias garrafas, uma de cada.

    O preço ficou 30% maior que uma garrafa “padrão” mas valeu a pena

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s