Wine Tour: 5 Dicas Para Aproveitar ao Máximo sua Visita à uma Vinícola

Se tem uma coisa que todo apaixonado por vinho não abre mão é visitar os locais que produzem o nosso amado néctar. Sim, o enoturismo tem bombado à medida que aumenta o consumo e a divulgação do vinho como um dos maiores prazeres da humanidade.

Eu amo esse tipo de passeio em minhas viagens e, desde que passei a encarar o vinho como profissão, o desejo de admirar os vinhedos, acompanhando toda a produção da bebida ficou ainda mais forte. Ou seja, mesmo que o lugar tenha várias vinícolas, eu tenho que visitar pelo menos uma delas. E, quando se tem uma filha pequena, conseguir fazer isso é, sem dúvida, um grande desafio!

bodega

Por exemplo, minhas próximas férias serão num dos países com maior número de vinícolas na América do Sul (se pensou em Chile, acertou em cheio!). Já agendei algumas visitas e, sinceramente, com a filhota, quatro está de bom tamanho. No ano passado, no Planalto Catarinense, eu só consegui ir em uma, imaginem! Desta vez, com a pequena um pouquinho maior, minha expectativa aumentou muito.

E com tudo fresquinho em mente, hoje trouxe para vocês algumas dicas para o sucesso do seu enoturismo, independente da região vinícola que você for visitar.

1- SISTEMA DE RESERVAS

A maioria das vinícolas solicita que a visita seja reservada com antecedência, mais ainda quando se trata de enoturismo e gastronomia. Em alguns casos, softwares de computador são ótimas ferramentas e a maior parte das vinícolas de grande porte lançam mão desse recurso.  Sendo assim, logo que você decidir o roteiro, acesse os sites das vinícolas que deseja visitar e faça sua reserva, seja no próprio site ou por e-mail.

enoturismo (1)

Mesmo que você mude seus planos, é possível cancelar ou transferir a data. Porém, todas as empresas gostam de se planejar quando se trata de receber visitantes. E são muitos! Em alguns casos, certos horários esgotam rapidamente, visto que o número de pessoas é limitado. Logo, o ideal é realizar a sua reserva com antecedência.

2- PESQUISE SOBRE A HISTÓRIA DO LUGAR

Antes da visita, busque mais informações sobre o local, seja em livros, revistas especializadas ou no próprio site da empresa. Afinal, é tão bom você chegar no lugar sabendo que o mesmo é carregado de história e da paixão dos proprietários pelo vinho que, sinceramente, dá até um friozinho na barriga logo na entrada.

Oporto_terraced_vineyards

Os guias das vinícolas costumam ser supersimpáticos e, geralmente, contam histórias sobre os vinhos e o lugar. Sendo assim, se você tiver alguma dúvida, seja sobre um rótulo ou “causo”, nunca guarde-a para você. Pergunte mesmo! O pessoal adora quando percebe que você pesquisou e quer saber mais sobre um assunto que, para quem trabalha na vinícola, é pura paixão! Certamente eles vão adorar falar sobre qualquer assunto relacionado à produção dos vinhos. Fique à vontade!

3- CURTA A EXPERIÊNCIA 

Estar numa vinícola é, sem dúvida, um privilégio para poucos. Por isso, enoamigos, curtam bastante essa experiência! A maioria das empresas oferece a degustação de alguns rótulos, não só para que a vivência seja sensorial e completa, mas para que os visitantes conheçam os vinhos e se sintam seguros em adquirir algumas garrafas (sim, as vinícolas são empresas que desejam vender seus produtos!).

enoturismo.jpg_869080375

No vinhedo, não deixe de acompanhar a irrigação por gotejamento ou sentir a textura do solo a partir do qual uma videira nasce e se desenvolve. Ao mesmo tempo, aprecie a paisagem, geralmente linda e diferente, com montanhas e picos nevados ao fundo. É uma experiência inesquecível!

Logo, do início da visita até o final, na lojinha da vinícola, sinta cada aroma, veja os barris de carvalho de perto e aproveite para degustar o vinho direto do tanque de fermentação, no caso dos lugares que oferecem essa experiência. Ou seja, curta cada momento, relaxe e divirta-se!

4- PARA QUEM VISITA VINÍCOLAS COM CRIANÇAS

Se você pretende levar os filhos, antes de qualquer coisa, certifique-se de que a vinícola tenha cuidado e responsabilidade para receber os pequenos. Hoje em dia, muitas delas oferecem uma “visita familiar”, com programação própria para a alegria dos pequenos. E qual criança não gosta de um lugar ao ar livre cheio de espaço, natureza e bichinhos? A minha filha ama!

Bento-Gonçalves-com-crianças-10

Muitas vinícolas dispõe de programação infantil na época da colheita da uva, envolvendo os pequenos em todo o processo. Vale lembrar que se trata de atividades que agregam muito á capacidade cognitiva das crianças e faz com que elas queiram continuar descobrindo tudo o que rodeia o mundo do vinho, que vai muito além de degustar a bebida (e isso elas só poderão fazer depois dos 18 anos!). Vinho é, acima de tudo, um contato intenso com a natureza!

Sem falar que a maioria das vinícolas produzem suco de uva integral da melhor qualidade e oferecem aos pequenos na visita. Ou seja, é um passeio que tem tudo para agradar a todas as idades.

5- NÃO SE SINTA OBRIGADO A ADQUIRIR OS PRODUTOS

Obviamente, o vinho é um negócio, assim como o enoturismo. Por isso, todas as empresas cobram por ingressos para a visitação na vinícola. Sendo assim, não se sinta de forma alguma obrigado a comprar uma ou mais garrafas ao final do passeio.

enoturismo

Gosto quando o valor do ingresso é revertido na compra de vinhos e algumas vinícolas fazem isso. Tudo porque eu vejo o enoturismo como uma maravilhosa ferramenta de marketing para as empresas. O consumidor conhece tudo de perto, se apaixona, degusta os vinhos e se torna um embaixador da marca. E para que ele volte para casa falando maravilhas da empresa, sem dúvida o atendimento e o serviço é o que contam.

 

E vamos combinar que se os vinhos forem maravilhosos e os preços atraentes, você vai acabar comprando. Mas deixe que isso seja um processo natural e não uma condição.


Então é isso, enoamigos! Estou ansiosa pelas visitas desse ano e agradeço à filhota e ao marido por toparem fazer esses programas comigo (apesar do que eu sei bem que eles também acabam curtindo muito!).

E você? Já visitou uma vinícola? Como foi a experiência? Tem vontade de conhecer? Conta para mim!

Até a próxima! Bons vinhos! Tim-Tim!


Imagens: Café Viagem.com, The Big Wine Theory

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s