O Estranho Caso do Sommelier Sebastian Back “O SÉTIMO”

Contos & Crônicas do Sommelier André Ribeiro episódio de hoje:

O Estranho Caso do Sommelier Sebastian Back “O SÉTIMO”

Sebastian nasceu em uma família numerosa, com 7 irmãos sendo ele o número 7. Existe uma velha lenda que diz que nesses casos em que casais geram sete filhos homens ou sete mulheres, o sétimo nasce com algum poder especial…

Sebastian arrumou emprego na loja de bebidas da sua cidade Catalan no condado do Priorat. Como estoquista, guardava e separava as encomendas, era muito esforçado com uma inteligência rara, foi estudando e aprendendo até que, ao completar 22 anos, formou-se Sommelier, sendo promovido.

Exercia a sua profissão com muito amor e levava a sério as sua indicações, investigava o gosto do seu cliente como um detetive para poder acertar em cheio o seu paladar, tanto que muitos clientes davam um valor limite pra ele e deixavam ele mesmo escolher os vinhos.

Tudo corria bem, ele ia se destacando entre os Sommeliers da cidade até que, ao completar 24 anos, um estranho fato ocorreu… ao sair do trabalho às 20h, olhou para o céu. A lua estava cheia, ele começou a suar frio. Foi correndo para casa, trancou-se no quarto e deitou-se na cama, adormecendo. Na manhã, ao acordar, tonto, nauseado e com dor de cabeça, olhou em volta e viu algumas garrafas vazias de vinhos super caros e premiados da vinícola Cellers Scala Dei e algumas garrafas ainda fechadas.

Naquela idade, ele já morava sozinho porque não suportava as atitudes dos seus irmãos. Então, alugara uma casa na periferia da cidade, era pequena mas aconchegante. Após tomar um longo banho e café da manhã, foi trabalhar. No decorrer do dia, ouviu boatos de que uma estranha criatura de pele azulada e orelhas pontudas, rápido como um lobo selvagem, tinha invadido a vinícola de Scala Dei e surrupiara as melhores garrafas… o estranho ser sabia muito bem o que estava fazendo, escolhera a dedo o que levou…

Aquilo soou como uma bofetada em sua face… logo ele, tão honesto… será que praticara tal furto? E essa história de pele azulada e orelhas pontudas? Será que não havia escapado da maldição dos 7 que os antigos alertavam? No passado, ele dizia que isso era bobagem e não passava de superstição desses velhos tolos.

Sebastian atordoado, trabalhou o dia todo e à noite foi procurar seu avô Benjamim Back já estava na casa dos cem anos de idade, estava frágil e acamado pelas dores que sentia, mas ficou feliz com a presença do neto, o abraçou e disse: é um prazer vê-lo meu neto! Há quanto tempo não faz uma visita a seu velho avô! Ele respondeu: é verdade, meu amado avô. Me envolvi tanto no meu trabalho que esqueci daqueles que amo… na noite passada algo estranho me aconteceu… como o senhor é o mais sábio da nossa família, vim a sua procura…

Ele relatou todo o ocorrido, o avô ouviu calado e disse: eu pensei que a maldição iria passar por você, mas ela se manifestou um pouco mais tarde… no caso do seu tataravô foi aos 21 anos. O que acontece é que você veio da linhagem dos 7, então aquilo que você tem de desejos recolhidos aflora na lua cheia. O seu tataravô era muito materialista, quando se transformava, ia atrás de ouro, pedras preciosas e dinheiro… seu formato era felino. O seu é diferente. Você vai atrás de vinhos raros que não pode comprar! O que você precisa é aprender a controlar isso e eu vou te ajudar! Toda primeira noite de lua cheia, você virá direto para minha casa.

E assim foi feito. Seu avô tinha um quarto secreto, uma espécie de calabouço onde foi domando a agressividade de Sebastian, que foi controlando os seu instintos até o dia em que ele não precisava mais ser preso… Mas busca por vinhos raros era inevitável.

Em toda transformação ele saqueava uma vinícola e pegava umas três garrafas de vinho raro e degustava com o seu avô. Como os seus sentidos de lobo é muito maior e mais apurado que de um ser humano normal, ele descrevia os vinhos com perfeição e seu avô anotava tudo… assim, ele tornou-se um dos mais famosos críticos de vinhos do mundo, descrevendo como ninguém os aromas, sabores e defeitos, e o mais difícil o seu tempo de guarda exato , claro quando o vinho guardado nas condições adequadas .

Lógico que o seu dom especial é segredo nosso, né? A estranha criatura foi apelidada pelo nome de o “LOBO AZUL”, flagrado em várias câmeras de segurança de várias vinícolas sem nunca ter sido pego. Então, se por um acaso você encontrar um ficha técnica perfeita desconfie do crítico que o escreveu…

Ele assinava as suas criticas como ele mesmo se intitulava o” SÉTIMO”

Até a nossa próxima aventura pessoal!

#Pordentrodovinho

Anúncios