Wine Decor: Barricas Recicladas Deixam a Casa ainda Mais Bonita (Parte 2)

2018 começou com tudo e lá fui eu garimpar ideias de decoração para vocês. Início de ano é sempre assim: a gente quer deixar a casa ainda mais bonita e cheia de boas vibrações. Pensando nisso, trouxe mais um post com ideias para decorar a vida com barricas que não servem mais para amadurecer o nosso amado néctar de Baco.

Então, bora admirar e babar por esses objetos incríveis!

Cooler de Bebidas

apoio para tablet
Apoio para tablet
bau
Baú ou Mesinha de Centro? Você escolhe!
apoio para velas
Apoio para Velas ou Vasos de Flores
fonte
Essa fonte enfeita qualquer jardim e, de quebra, você ainda relaxa com o barulhinho da água.
cabideiro
Cabide para bolsas, casacos e chapéus.
fruteira
Fruteira linda para a cozinha
luminária
Essa luminária deixa qualquer ambiente aconchegante e intimista.
revisteiro
Revisteiro lindinho de viver

Espero que tenham gostado dessas ideias. Confesso que já estou sonhando em ter alguns desses objetos em casa. Mas sabe o mais legal de tudo? É que as barricas de carvalho são capazes de engrandecer e agregar nuances tanto aos vinhos quanto ao lar. Missão encantadora!

Então é isso, galera do vinho! Ótimos rótulos, Bons Momentos! Tim-Tim!

Referência: Big Wine Theory

Barricas Recicladas Se Transformam em Ideias de Decoração Superoriginais

Muitas das grandes vinícolas usam suas barricas 1, 2, no máximo 3 vezes e depois revendem para outras empresas do ramo. Estas as utilizam sobretudo para armazenar vinhos de mesa e até (pasmem!) whisky. Sim, alguns fabricantes têm investido em destilados com um certo toque de Baco.

E quando o carvalho deixa de ter utilidade? Confira, a seguir, belas ideias de barris reciclados que viraram objetos de decoração superúteis e originais:

5b4c6dcb61e709747a4fae55727a9ea8
Todo enófilo que se preze deveria ter um lavabo como esse. Lindo! Já quero!
6c8d2cede132c096c1c8954e0faac876
Ainda sobre toaletes e lavabos… É muito amor!
09eac396a7ddefaed9fee151b6db31ff
Um lustre que tem tudo para ser a estrela da sua sala de jantar
9a57d0a4ba95fdd95ac7882880ebab44
Para celebrar o Natal em grande estilo. Até o fim do ano dá tempo de providenciar uma árvore dessa…
71f0ebffb7528d2106e54b815e5d08f5
Uma luminária cheia de bossa, que fica perfeita em qualquer cômodo da casa.
92c3ded4f995ebd867002e5a33e1f894
Esse revisteiro é puro estilo. Já imaginei na minha sala, repleto de exemplares da Revista Adega..rs.rs.
94f18ef659fa566f0fcac3d40f1973d8
Mais um lustre, desta vez para ambientes mais sofisticados.
202dc4c1d99c5ef78c06d9d4ffd849cb
Banquinho útil, seja para acomodar suas visitas ou apoiar sua taça de vinho durante o happy hour.
6321fff1162cfdc2de4e19918a2aad5e
Esse porta-taças deixa qualquer bar mais do que charmoso.
3628774e25e921df3bcc42c43e12fb6f
Um balanço que faz a alegria de qualquer criança (e adulto também!)

 

ccefb9b8ba4d04f153858a56874bcbe5
Quer dar uma ar romântico ao ambiente? Esse candelabro cumpre bem a função.
d2847d7767b31d16266bd56ecb8a7abf
Não consigo falar, só sentir….
db4425401d916ee6c31e107251ae359b
Inspiração rústica e ao mesmo tempo sofisticada. Chique demais!
f2127e576cdb7296cb155495285317db
Para os pequenos se divertirem!

Viram como as barricas podem se transformar, assim como nosso amado vinho? Eu amei todas essas ideias e já estou pensando em inventar umas aqui para casa… Alguém sabe quem vende barril de segunda, terceira, quarta, quinta mão?? rsrs…. Por favor, me avisem.

Bons vinhos e até a próxima!

Referências:
le-re-acteur.blogspot.fr /  houzz.com/  etsy.com/  barnhouseproducts.comrecyclart.org

  Wine EnthusiastdiarioDESIGNsanluisobispo.com/icono-interiorismo.blogspot.com.es

muebles-decoracion.es

O Impacto do Carvalho Sobre o Vinho

Entre as inúmeras nuances presentes num vinho, a influência das barricas de madeira é uma das mais complexas, sobretudo para enófilos iniciantes. Basicamente, a madeira confere maior capacidade de longevidade, ao mesmo tempo em que ajuda a temperar a bebida com aromas impossíveis de se obter apenas com a fermentação, como os de torrefação, baunilha, café, chocolate, caramelo, entre outros. O bom uso da barrica é quase tão importante quanto o cultivo das videiras, já que no fim das contas, um complementa o outro. 

red-371767_640

Mas como isso tudo é feito? Hoje a gente te explica! Preparado para se transformar em um expert em barricas de carvalho? Então, dá só uma olhada nesse superguia que preparamos para você:

1 – SÓ VALE SE FOR CARVALHO? 

Um grande vinho, rico em aromas e complexidade, certamente teve contato com o carvalho durante seu processo de produção. Agora, provavelmente você já deve ter pensado: “Mas por que o carvalho e não outro tipo de madeira?”  Outros exemplares, como cerejeira e castanho…se mostraram verdadeiros fiascos na hora de cumprir a função de armazenar bons vinhos. Somente o carvalho se apresentou como uma opção perfeita, sobretudo por seu caráter leve, resistente, maleável e impermeável, ao passo que seu “tempero” foi o que mais combinou com o sabor do vinho em si. Porém, toda regra tem sua exceção. O vinho português Mouchão Tonel 3-4 amadurece durante  24 meses em tonéis 3 e 4, de carvalho português, macacaúba e mogno. Observe que nem nesse caso o carvalho é totalmente descartado. 

15685676486_49c16b65f9

2 – PODE QUALQUER CARVALHO? 

Pois é, nem todo o carvalho é igual. Simplificando, há dois tipos de carvalho mais utilizados na fabricação do vinho:

  • Carvalho Americano: Natural do Leste dos Estado Unidos, possui baixas quantidades de fenólicos (substâncias que dão estrutura ao vinho) e alta concentração de compostos aromáticos. Costuma dar à bebida ótimas nuances de manteiga e baunilha.
  • Carvalho Francês: 1/4 de toda a área francesa é ocupada por florestas e as barricas fabricadas com o carvalho de lá são desmembradas em dois subtipos. Um deles, oriundo da Floresta de Vosges, dá à bebida mais aromas e menos estruturas. Já os da Floresta de Limousin, da Borgonha e do Sul da França contam com mais polifenóis (corpo, estrutura) e menos aromas.

3 – BARRICA DA BOA = VINHO DO BOM 

A qualidade da barrica interfere diretamente no resultado final do vinho. Viu como é mais complexo que a gente imagina? Há o carvalho mais poroso ou menos poroso, que absorve mais ou menos vinho. Os menos porosos não afetam tanto o vinho. Chegam de mansinho, dando aquele toque de madeira que valoriza o sabor natural da bebida. Talvez seja por isso que estes são os mais procurados. Eu mesma sou adepta de vinhos que mostram toques discretos de carvalho, cujas nuances de madeira não se sobrepõem aos demais componentes da bebida. 

OUTROS FATORES

Entre os fatores que influenciam no resultado final do nosso néctar, estão, ainda, o crescimento e a idade da árvore, o tipo de corte (serragem) do tronco e envelhecimento da madeira, assim como a tosta e a montagem da barrica. Ou seja, a produção de um recipiente de qualidade envolve muitos detalhes. Talvez isso explique o porquê do alto custo que  esse processo gera,  tanto para as vinícolas (as barricas são caras), quanto para nós, consumidores finais, visto que tais aspectos impactam no preço dos vinhos.

4 – BARRICAS NOVAS OU USADAS?

Outro aspecto que faz toda a diferença é se a barrica é nova ou usada. As novas transmitem uma série de aromas e sabores fresquinhos para o vinho, ao passo que as usadas já não fazem tanto efeito, permitindo apenas a micro-oxigenação. Por isso, as vinícolas que buscam nuances de carvalho novo em seus rótulos usam apenas barris de 1ª, 2ª, no máximo 3ª mão. Os de 4ª são raramente usados. Depois disso, geralmente as barricas são vendidas para outras finalidades, que não vinho. Esse é outro fator que encarece o custo de produção, visto que uma boa barrica francesa pode custar 1 mil euros e uma americana não sai por menos de 500 dólares. 

wine-1237335_640

BRET

Também vale lembrar que barricas usadas mais de 2 vezes devem ser perfeitamente higienizadas, a fim de evitar o contágio pelo Brettanomyces, ou Bret (apelido). Trata-se de uma levedura que pode transmitir aromas defeituosos ao vinho, que lembram mofo e toques animais desagradáveis. Eca! Imagino que a mínima possibilidade dessa contaminação deva tirar o sono de muitos produtores.

5 – CHIPS E DOMINÓ

Então, já que os custos de produção das barricas são altos, muitas vinícolas têm apostado em alternativas mais baratas para dar aquele gostinho de carvalho ao vinhos, como o uso de Chips ou Dominós.

Atacado-de-carvalho-de-carvalho-de-carvalho-de.jpg_640x640

CHIPS: restos de carvalho, aduelas, serragem, enfim todas as sobras de madeira que são postas em contato com o vinho, a fim de simular o efeito das barricas. 

DOMINÓS: são tacos de carvalho, que lembram peças de dominó. Assim como os chips, também são colocados junto à bebida, a fim de conferir um sabor de madeira mais economicamente viável. 

LEGISLAÇÃO

Célio Alzer, meu professor na ABS, levou alguns para a turma ver de perto. Lembro-me de que eram bem cheirosos, se bem que sou suspeita para falar, já que adoro um cheirinho de madeira…. Enfim, eles colocam os Chips, por exemplo, em uma espécie de saquinhos de chá gigantes e mergulham no vinho acondicionado em tanques de inox. Os Dominós, por sua vez, são pendurados em uma espécie de “cabide” e igualmente imersos nos tanques. Nem sempre essa alternativa é legalizada. Depende muito do país ou região. Aqui na América do Sul costuma ser permitido. Nessa, muitos vinhos “Reserva” cujo contra-rótulo nem menciona carvalho, podem ser oriundos de chips ou dominós. Certamente já bebi muitos desses e adorei. Por que não? 

Porém, vale lembrar que, apesar de simularem um barril de carvalho, passando aromas e sabores de madeira para o vinho, chips e dominós não proporcionam a mesma longevidade e complexidade que uma barrica de verdade. Logo, essas alternativas não se aplicam a vinhos de guarda, de melhor qualidade. Mas para aquele rótulo de consumo imediato, acredito que agregue muito em nuances e sabor. Ótimo para uma degustação divertida e despretensiosa. 

4248305516_51fc3e8317

Enfim, espero ter conseguido explicar um pouco da influência que o carvalho exerce nos vinhos, sobretudo para os enófilos iniciantes. O intuito foi descomplicar um assunto que costuma confundir até mesmo os mais experientes. Fato é que adorei escrever esse post e esse friozinho me inspirou demais. Tudo a ver com vinhos!

Até a próxima! Boa semana e Ótimos Vinhos!