O Mistério sobre o Fundo da Garrafa de Vinho

Volta e meia me perguntam,

“Por que as garrafas de vinho tem aquele fundo enorme para dentro? É sinal de que o rótulo é de melhor qualidade?”

O vinho existe desde os tempos mais remotos, porém, a garrafa de vidro só entrou em evidência no século XVII, quando a bebida se firmou como um produto de alta classe, destinado a celebrações e banquetes. A posterior criação do champagne obrigou a melhorarem ainda mais seu desenho, a fim de deixá-la ainda mais resistente à pressão do gás carbônico. No entanto, essa não é a única razão pela qual até hoje se fabrique garrafas com o fundo interno mais aprofundado. Na verdade, há muitos motivos para isso, quase todos históricos.

Antes da aparição do vidro, o vinho estava mais exposto ao oxigênio, tendo que ser consumido logo, pois, do contrário o mesmo oxidava fácil. A garrafa de vidro permitiu armazenar a bebida durante mais tempo, resultando num vinho melhor. No início, as garrafas eram fabricadas artesanalmente com a técnica de sopro. Eram todas de cor verde, devido às impurezas do material (que não se filtrava) e tinham tamanhos ligeiramente diferentes por conta da produção artesanal, ao passo que sua capacidade variava entre 700 e 800ml. Porém, a verdadeira razão pela qual o fundo era côncavo se dava pelo fato de que não se devia deixar exposto o ponto por onde se havia soprado a garrafa.

Quando fechado, o buraco deixava uma marca no vidro que poderia arranhar uma mesa ou tornar a garrafa instável. Como solução, as garrafas foram projetadas com o fundo côncavo, um design que prevaleceu mesmo após a H. Ricketts & Co. patentear uma forma de fabricar as garrafas mecanicamente, eliminando o problema do ponto do sopro.

No entanto, o fundo côncavo das garrafas de vinho serve para mais de uma função. Uma delas é distribuir a pressão dentro do contêiner , a fim de suportar o processo de rolagem durante o transporte e, principalmente, a alta pressão dos vinhos espumantes. A curva também adiciona peso ao fundo, o que dificulta o desmembramento da embalagem.

Além disso, evita que o vidro rache facilmente, o que diminui a probabilidade de que a garrafa se quebre durante o transporte. Facilita, ainda, a limpeza e a reciclagem, distribuindo o jato de água por todo o fundo.

O mesmo efeito entra em jogo com relação aos sedimentos do vinho, que permanecem nas laterais do fundo quando a bebida envelhece (sem serem despejados na taça). Finalmente, o design permite que as garrafas sejam melhor empilhadas, produz a sensação de que o recipiente contém mais líquido e, sim, permite que o sommelier agarre a garrafa com mais facilidade e explique os benefícios do vinho.

Ou seja, uma garrafa, mil e uma utilidades. E, sim, decidi que, apesar do mundo de conteúdo produzido ao longo desses anos (o Vila Vinífera já tem mais de 3 anos!), vou atualizar bem mais.

Bora, meu povo! Santé!

6 Ideias de Decoração com Garrafas de Vinho

Sou apaixonada por decoração quase tanto quanto por vinhos. Por isso, toda vez que me deparo com ideias que unem as duas coisas já penso logo numa postagem sobre o assunto. Sabe aquela garrafa linda, com rótulo original e que dá a maior pena de jogar fora? Hoje trouxe algumas utilidades para ela. Aqui em casa tenho vasos de flores e alguns candelabros, todos capazes de deixar o ambiente ainda mais lindo e aconchegante.

Bora conferir todas essas lindezas? Olha só:

7_1
Os jantares ficam ainda mais românticos e charmosos com castiçais feitos com garrafas. É facílimo de fazer, basta encaixar a vela no gargalo, deixar a cera correr um pouco (para dar aquele efeito dramático) e correr para o abraço! Aqui em casa eu tenho vários! Adoro!

4
Que tal esse paliteiro superoriginal? Basta utilizar a parte mais fina da garrafa. Amarre um barbante no local que pretende fazer o corte e dê um nó. Retire-o e mergulhe no álcool ou na acetona. Depois, coloque o fio de volta na garrafa e ponha fogo nele. Espere a chama apagar e transfira a garrafa para um recipiente com água. As partes vão se soltar e, depois disso, você só precisa lixar as rebarbas para evitar acidentes. Feche a parte de baixo do porta palito com um pedaço de rolha, uma tampa ou outro objeto que preferir. Adorei a ideia!

6_1
Aqui temos dois canteiros para suculentas, que são espécies que não dão trabalho para cuidar, pois demandam pouca água. As minhas eu rego de 15 em 15 dias e só. São lindas e trazem um pouquinho da natureza para dentro de casa. 

9_1
Esses lustres feitos de garrafa são um charme à parte. Corte a parte de baixo do vidro e encaixe a lâmpada, passando o fio de alimentação pelo gargalo. Um pedaço de borracha ou de rolha ajuda a mantê-lo parado. Varie o formato das garrafas para criar uma composição cheia de bossa. 

8-cc23_cozdele_70
Mas uma ideia simples para renovar as garrafas é transformá-las em simpáticos vasos de flores. Alegra qualquer ambiente!

5
Essa é para os amantes dos pássaros! Um garrafa de vinho vazia vira um lindo comedouro para os bichinhos. Basta enchê-la com a comidinha e encaixá-la de cabeça para baixo em um suporte de madeira, que pode ser elaborado facilmente por um marceneiro. Perfeito para quem tem quintal e inclusive para a varanda do apartamento. 

Eu adorei todas, mas das que eu não conhecia, minhas preferidas foram o canteiro para suculentas e o comedouro de passarinhos. E você? Qual ideia mais te encantou?

Um bom início de semana com muitos vinhos! Tim-Tim!

Referência: Revista Casa e Jardim

Descubra os Segredos Contidos Numa Garrafa de Vinho

Uma garrafa de vinho traz toda uma história traduzida em seu terroir, ou seja, as vinhas, a forma de fazer o vinho e a própria bebida em si. Além disso, há os fatos curiosos, nos quais nunca paramos para pensar e que, ao descobrir, nos traz ainda mais surpresa e encantamento.

Prepare-se, pois agora você vai descobrir alguns desses segredinhos contidos em 750ml do nosso precioso néctar de Baco.

wine-664826_640

QUANTAS TAÇAS ESTÃO CONTIDAS EM UMA GARRAFA DE VINHO?

RESPOSTA: 5 Taças

Esse número não é muito exato, pois depende muito da dose servida em cada taça.Sem falar que o teor de álcool também pode variar de acordo com o exemplar escolhido (de 5.5 a 20%). Eu costumo calcular 120ml em uma taça de tinto e 150ml para os brancos.

Além disso, vocês se lembram daquele nosso cálculo sobre quantas garrafas servem determinado número de convidados em uma celebração? (costumo calcular 1/2 garrafa por convidado). Esta estimativa pode ajudar muito.

OUTRAS CURIOSIDADES SOBRE GARRAFAS

Geralmente, 2 pessoas são capazes de terminar com uma garrafa de vinho em mais ou menos 2h30min. Esse fato aqui em casa funciona superbem, mas acho que depende  do quanto a pessoa realmente aprecia vinhos. Há sempre aquele tipo que fica enrolando horas com o vinho na taça. Mas, em se tratando de dois enófilos, acredito que esta estimativa esteja correta.

Se você costuma beber 1 garrafa de vinho por semana, ao longo de toda a sua vida adulta você terá consumido cerca de 2.970 garrafas de vinho.

Se você costuma beber 1 taça de vinho toda noite, ao longo da sua vida adulta você terá consumido cerca de 4.160 garrafas de vinho. (Essa aí tem mais a ver com a minha realidade..rs..rs.rs..).

4638478962_02cc5489a7

Uma garrafa de tinto ou branco, possui, em média, 750 calorias. Para quem vive de dieta, como eu, e é apaixonado por vinhos, esta é uma informação superútil. Dependendo do tipo de vinho, pode variar de 440 a 1440 calorias. Ou seja, se você ainda acredita que 1 taça de vinho tinto equivale a 1 hora de exercícios físicos, acho bom deixar de lado essa ideia…rs

QUANTO PESA UMA GARRAFA DE VINHO?

RESPOSTA: Em torno de 1.200Kg,  sendo que cada garrafa depende de cerca de 740g de uvas para ser produzida. 

CURIOSIDADES SOBRE A PRODUÇÃO DE VINHOS

  • Até agora existem cerca de 1.368 variedades de cepas conhecidas. Ou seja, meu amigo, se alguém lhe disser que sabe todas de cor, certamente não faz mais nada na vida a não ser memorizar nomes de uvas.
  • Cabernet Sauvignon é a casta mais plantada em todo o mundo. Isso a gente logo percebe… afinal, os vinhos desta uva são facilmente encontrados, de lojas especializadas aos mercadinhos de bairro.
  • Em 2010, o mundo produziu vinho suficiente para que cada um dos seus habitantes tivesse 5 garrafas. Como sempre tem aquele que prefere a cerveja, sobra mais vinho para nós, enófilos de plantão..rs.rs..rs.
  • Um galão de vinho comporta cerca de 5 garrafas. Gente, aqui no Brasil só vejo galão estilo “Sangue de Boá”. Ou seja, esta informação só serve a título de curiosidade.

glasses-in-a-bottle-of-wine-calories


Então, galera da enofilia, vocês já perceberam que eu adoro fuçar curiosidades do mundo do vinho. Sim, porque não basta degustar, é preciso saber o que o nosso amado néctar quer nos dizer. E eles são vivos, viu? Apesar de temporariamente aprisionados numa garrafa..rs.

Bons Vinhos! Belas experiências! Tim-Tim!

 

Referência: Wine Folly.