A Noiva Fantasma

Especial do mês das noivas

Certo dia fui procurado por uma noiva para uma consultoria para a escolha das bebidas para o seu casamento. Ela estava super em dúvida sobre usar um prosecco feito pelo método Charmat ou como os italianos chamam método Martinotti – os dois são iguais mas existe aquela briga para saber quem inventou o método: o francês Eugène Charmat ou o Italiano Frederico Martinotti, ou um espumante Brasileiro produzido pelo método Tradicional ou Champenoise.

Expliquei para ela os dois métodos e as diferenças entre os dois, pois ela aguardava o noivo que morava no interior de São Paulo. Ao meio dia em ponto, o telefone dela tocou… e ela recebeu uma notícia estarrecedora… seu noivo sofrera um acidente. Ela saiu correndo aos prantos e nunca mais a vi.

Os noivos deixam um cadastro conosco e ligamos uma vez por mês para saber se já escolheram as bebidas, se querem marcar uma degustação. Então entrei em contato… em umas das ligações, atendeu uma moça com voz triste. Era a irmã daquela noiva. Perguntei sobre a cotação de bebidas e ela me disse: não haverá mais casamento, o noivo sofreu um acidente e veio a óbito. Na mesma hora, senti náuseas, minha cabeça girou relembrando o fato… fiquei mudo por alguns instantes, pedi desculpas, dei meus sentimentos e desliguei.

Um ano se passou e, para meu espanto, vejo a noiva retornar à loja a minha procura. Atendi meio constrangido, mas ela estava super feliz e radiante. Disse que estava em dúvida sobre o prosecco Italiano e o espumante nacional e que seu noivo estava chegando pois morava no interior de São Paulo. De repente, o telefone dela tocou ao meio dia e pude perceber que era o despertador e que ela havia programado para simular o toque. Ela atende e a mesma cena se repete.

Há sete anos, no mesmo mês, na mesma hora, ela aparece; só que em dias diferentes. Sempre trato ela com todo carinho e paciência e a protejo no seu anonimato. Nem meus companheiros de trabalho sabem que é ela, pois isso acontece em um mês de grande movimento onde todos estão muito ocupados .

Torço muito para que ela desperte e supere esse trauma e espero que esse ano ela venha de novo, mas dessa vez com um novo amor.

Por isso, como dizia Renato Russo, é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar pra pensar na verdade não há.

Até a próxima pessoal!
#pordentrodovinho

Anúncios