Vinho & Saúde: Pode Ajudar no Controle da Diabetes

Uma nova pesquisa, realizada nos EUA, confirmou mais um benefício de uma das bebidas mais saudáveis do planeta. Nosso vinhozinho de cada dia é capaz de auxiliar no controle da diabetes tipo 2. Muito bom para ser verdade? Então, vejamos mais detalhes a seguir:

INÚMEROS BENEFÍCIOS

De acordo com o estudo, publicado na revista americana Annals of Internal Medicine, uma taça de vinho branco ou tinto, além de não ser prejudicial, ainda pode melhorar a saúde cardíaca, ao mesmo tempo em que ajuda a controlar os níveis de colesterol e a promover boas noites de sono.

wine-1164896-638x425

CONTROLE DA DIABETES TIPO 2

As variedades dos vinhos de coloração vermelho-rubi, segundo o estudo, aumentaram significativamente os níveis de HDL – o colesterol bom, que protege os pacientes contra doenças cardíacas. Esses benefícios foram sentidos em 10% das pessoas que utilizaram o vinho, sendo que estas também tiveram melhoras nos níveis de apolipoproteína A1, uma graduação do metabolismo lipídico.

glasses-2-1579897-639x322

Ao término dos dois anos de testes, os portadores de diabetes tipo 2 que beberam vinho tinto, comparados àqueles que consumiram vinho branco ou água mineral (uma taça por noite), apresentaram MENOS sintomas da síndrome metabólica, como hipertensão, excesso de gordura abdominal, altos níveis de açúcar no sangue e colesterol fora do normal.

Quanto aos não-portadores da doença, diversos estudos têm constatado que as pessoas que consomem vinho com moderação possuem boa saúde, sendo este um benefício incidental, segundo alguns especialistas, mais especificamente os autores do mencionado estudo.

ESTUDOS FUTUROS

Na pesquisa publicada pela Annals of Internal Medicine, os benefícios do tinto sobre o vinho branco para os pacientes com diabetes tipo 2 têm a ver com o fato de que o tinto contém sete vezes mais compostos fenólicos de origem vegetal que o fermentado branco. 

red-wine-1323853-639x426

Por outro lado, alguns especialistas dizem que seria preciso consumir uma dúzia de garrafas de vinho para produzir polifenóis em volume suficiente para fazer diferença na saúde. Porém, os autores do estudo ressaltaram que as pesquisas futuras devem se centrar se as concentrações polifenóicas de somente uma taça do néctar de Baco são capazes de oferecer benefícios para a saúde.

A American Diabetes Association permite que os pacientes de diabetes tipo 2 escolham se desejam ou não consumir álcool, destacando que tal ação pode aumentar a ingestão calórica e dificultar o controle glicêmico.

ESTUDOS RECENTES

Os estudos mais recentes foram conduzidos por pesquisadores dos EUA, Israel, Suécia e Alemanha. Todos os pacientes com diabetes tipo 2 eram abstêmicos de álcool antes de realizarem os testes e foram mantidos em uma dieta mediterrânea, assegurando que os vinhos tintos e brancos, bem como a água mineral, seriam as únicas diferenças na alimentação. 

glases-of-wine-1148206-639x426

No mais, pessoal, é extremamente necessário consultar um médico responsável antes de adotar qualquer mudança na alimentação, inclusive a ingestão de vinho com a finalidade de melhorias dos quadros de diabetes, hipertensão etc. Além disso, o que falo por aqui com frequência é: consumo consciente SEMPRE! Apenas 1 taça (120ml) ao dia, durante uma refeição. 

Referência:http://www.viveusa.mx/articulo/2015/10/15/bienestar/confirman-que-el-vino-ayuda-controlar-la-diabetes

 

 

 

Anúncios

Descobrimos Mais 5 Benefícios do Vinho Para a Saúde

Enfim, cheguei com mais um artigo da série “Vinho & Saúde”. Prepare-se, pois hoje você vai descobrir outros benefícios desta, que é uma das bebidas mais saudáveis do planeta.

1- MELHORA A VIDA SEXUAL: Estudos publicados em janeiro de 2016 no “The American Journal of Clinical Nutrition” provaram que uma taça de vinho diariamente pode melhorar a vida sexual dos homens, reduzindo o risco de disfunção erétil.

8538709738_0e2f5bb2ab_z
Créditos: Posted By Uncalno Tekno on Flickr

2- AJUDA A REDUZIR O RISCO DE DIABETES: Em 2015, pesquisas do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica da França constataram que o vinho pode ajudar a prevenir o diabetes tipo 2 em mulheres com sobrepeso. Os cientistas consultaram mais de 60 mil voluntárias que consomem de meia a uma taça de vinho por dia. Todas demonstraram leve redução do fator diabetes, tudo isso graças à presença de antioxidantes associada aos benefícios cardiovasculares do vinho. O estudo foi divulgado na edição impressa de janeiro de 2015, na Revista Wine.

Caught :( - 326/365

3- PREVINE RESFRIADOS: Em tempos de instabilidade climática, mais uma boa notícia: aqueles que bebem vinho tinto regularmente raramente ficam resfriados. O responsável é o Resveratrol, um polifenol encontrado na casca das uvas que, associado à vitamina D, auxilia na imunidade. O estudo,  publicado no Jornal de Epidemiologia, analisou mais de quatro mil pessoas em universidades espanholas, que fizerem um diário sobre seus hábitos alimentares, e estilo de vida durante um ano. Segundo os resultados, pessoas que bebem até duas taças de vinho por dia, têm 40% menos chances de pegar um resfriado.

chess-1163624_1280

4 – AUXILIA NA MEMÓRIA: Testes de laboratório realizados na Universidade de Leeds, no Reino Unido, constataram que aqueles que consomem uma taça de vinho tinto por dia são mais inteligentes, uma vez que a bebida contribui para a memória, auxiliando a reduzir riscos de demências, como o Alzheimer, devido à ação neuroportetora dos polifenois, que ajudam a prevenir o envelhecimento cerebral.

wine-1212317_1280

5 – CONTRIBUI PARA A REDUÇÃO DO CÁLCULO RENAL: Pesquisas realizadas pela Universidade de East Anglia mostram que o consumo de vinho reduz em 60% o risco de formação de cálculos renais por estimular a diurese. De acordo com o cientista Andrew Hart, esse estudo pode indicar como as pedras nos rins se formam e dar aos médicos e pacientes uma opção alternativa para o tratamento da doença. “Ainda não está claro como o consumo moderado de álcool pode ajudar na prevenção de cálculos, mas podemos estabelecer a seguinte relação: para cada taça de vinho consumida por dia, a possibilidade de desenvolver a doença cai um terço”, disse Hart.

CONSUMO EQUILIBRADO

Depois de tantas descobertas, dá até mais vontade de degustar aquela tacinha todos os dias, não é mesmo? Porém, como eu sempre digo, equilíbrio é fundamental! Todos esses benefícios só são possíveis através do consumo moderado de vinho tinto.

A cada dia os benefícios do nosso néctar me surpreendem. E não tem nada a ver com moda ou indústria. São todos constatados através de estudos de algumas das universidades mais conceituadas do mundo.

Então, na hora de brindar, pode dizer SAÚDE, porque é isso mesmo! Bons vinhos!

Tim-Tim!

Vinho & Saúde: Faz Bem Para a Pele

Vila Vinífera chegou com mais uma ótima notícia para os amantes do néctar de Baco: não bastasse seus inúmeros benefícios, o vinho ainda ajuda a deixar a nossa pele ainda mais bonita e saudável. Quer saber por que? Então, vamos lá!

5388146683_2f9988f45c_z

PREVINE O ENVELHECIMENTO PRECOCE

Devido ao seu alto teor de antioxidantes, que combatem os radicais livres, o vinho contribui para a prevenção do envelhecimento precoce da pele. Pesquisas apontam que os flavonoides do vinho tinto possuem ação mais eficaz que as das vitaminas C e E.

MAIS FIRMEZA E ELASTICIDADE

O vinho também contém silício,  responsável pela formação do colágeno, que contribui para a saúde da pele, unhas e cabelos.

COMBATE A OLEOSIDADE 

O resveratrol, presente sobretudo no vinho tinto, contribui para uma pele menos oleosa e suscetível à acne. Tudo porque a bebida possui ação anti-inflamatória, que ajuda a cútis a se renovar após a acne. 

 

 HIDRATAÇÃO

A alta concentração de ácidos alfa-hidroxi presentes no vinho tinto seco, assim como os ácidos cítrico, tartárico e málico, ajuda a restaurar a hidratação natural da pele, deixando-a mais macia e suave. 

 

PROTEÇÃO CONTRA OS RAIOS UV

Se você acha que só o vinho tinto traz benefícios, olha só essa: um estudo, realizado na Nova Zelândia, constatou que o vinho branco ajuda a proteger a pele contra os raios UV, sobretudo por reduzir consideravelmente os níveis de oxidação das proteínas da pele. Porém, nada substitui o filtro solar, Ok?

EQUILÍBRIO SEMPRE!

A cada pesquisa, descubro que o vinho é sim, uma bebida saudável, que faz bem tanto para o corpo quanto para a alma. Porém, é necessário consumi-lo de forma equilibrada, sem exagerar na dose. Vinho não é remédio. Nunca faça máscaras faciais caseiras com vinho e nunca o utilize desta forma por conta própria, sem o auxílio de um dermatologista. A acidez da bebida pode causar danos para a sua pele. Utilize sempre produtos aprovados pela ANVISA.

A maioria das clínicas estéticas regulamentadas oferece tratamentos de Vinhoterapia, inclusive para ajudar a reduzir medidas corporais. Nessa hora, todo cuidado é pouco. Antes de tudo, consulte um profissional qualificado, de preferência da área médica.

 

Vinho & Saúde: Quem Bebe Vinho É Mais Feliz

“O vinho lava nossas inquietudes, enxágua a alma até o fundo e assegura a cura da nossa tristeza.” Lúcio Anneo Sênenca [4 a.C.-65 d.C.] – Filósofo romano

Você sabia que a bebida de Baco age como um verdadeiro elixir da felicidade? Dificilmente vemos alguém bebendo vinho para afogar as mágoas. Muito pelo contrário. Vinho é sinônimo de alegria, risadas, partilha, histórias, um mundo de sensações que se abre junto com a garrafa.

3341320762_8c8d79f11b_z

EFEITO ANTIDEPRESSIVO

Há muitas evidências científicas que comprovam a ação antidepressiva do vinho. O sistema límbico é a área do cérebro na qual se processam as emoções. A transmissão das informações captadas e processadas ocorre por uma rede de neurônios (células do sistema nervoso).

A comunicação entre os mesmos, se dá por neurotransmissores – mediadores químicos que transmitem o estímulo de uma célula para outra. Uma das mais importantes dessas substâncias é a SEROTONINA.

A depressão é uma doença que se manifesta devido a uma reunião de fatores, como tendência biológica do indivíduo, associada a algum fato desagradável, tal como: perdas na família, desemprego, entre outros. Tudo por conta da deficiência de serotonina. A tiramina, que se encontra em grandes quantidades nos vinhos, sobretudo nos tintos, aumenta a produção da serotonina. Por isso, nossa amada bebida combate a depressão e nos deixa, sim, muito felizes! 

3341319108_fffe489c23_z

EQUILÍBRIO É FUNDAMENTAL

Porém, como eu sempre digo, vale lembrar que esse benefício está ligado ao consumo moderado do vinho. Afinal, o equilíbrio é o segredo da felicidade.

Então, já viu. No dia em que estiver se sentindo para baixo, nada melhor que se deliciar com uma tacinha. Relaxa e faz com que a gente se lembre de curtir as boas coisas da vida.

E, sim, depressão é coisa séria. Por isso, antes de recorrer a o que o nosso néctar tem de bom, consulte um médico especializado.

Bons vinhos! Tim-Tim!

Referência: Dr. Jairo Monson de Souza Filho, Confraria do Vinho

Vinho & Saúde: Ajuda a Emagrecer

Esse assunto tem causado uma certa polêmica nas redes sociais. O vinho realmente ajuda a emagrecer? Afinal, bebidas alcoólicas, em geral, sempre foram consideradas inimigas da balança. Porém, como tudo o que relaciona vinho à saúde, é necessário moderação no consumo. Ou seja, 1 taça de 120ml de tinto antes de ir dormir. 

mulher_vinho

VERDADE OU MITO?

Pode comemorar, pois os resultados são verdadeiros! De acordo com um estudo realizado pela Universidade do Estado de Washington, nos EUA, o resveratrol, encontrado nas cascas e sementes das uvas tintas, é capaz de converter o excesso de gordura branca em gordura marrom. Nosso organismo produz esses dois tipos, sendo que o último é mais fácil de ser eliminado.

O resveratrol é uma das substâncias mais importantes encontradas no nosso néctar divino. Trata-se de um polifenol, com ação antioxidante, que contribui com a eliminação de toxinas. O resveratrol também pode ser encontrado nas frutas de cascas escuras, como a maçã e a amora, por exemplo. Porém, é o vinho tinto que concentra resveratrol em maior quantidade.

O ESTUDO

Essa pesquisa motivadora foi publicada no  International Journal of Obesity, referência no assunto. Foram utilizados experimentos com ratos, que passaram por uma dieta rica em gordura. Alguns receberam uma dose diária de resveratrol e outros não. Aqueles que receberam a substância concentrada engordaram 40% menos que os outros.

Wine

Agora, imagine o consumo moderado de vinho aliado a uma alimentação saudável e à prática de exercícios físicos? É sucesso na certa! Eu comecei meu programa alimentar hoje e serei a cobaia dessa matéria. Depois conto meus resultados…rs.rs.rs..