Notas de Prova: Surpresa Boa Com o Perfumado Circe Sauvignon Blanc

Sim, enoamigos! Domingo foi o Dia das Mães e fomos almoçar com a sogrinha. O prato principal eu já sabia qual seria: Camarão ao Catupiry no Forno. Um clássico da família! Servido com arroz e batata palha fica ainda mais saboroso. O vinho escolhido para acompanhar essa ocasião tão especial foi essa amostra do Circe Sauvignon Blanc, que recebi da Vinícola Helios.

WhatsApp Image 2017-05-16 at 09.59.46

CIRCE SAUVIGNON BLANC 

De coloração amarelo-palha médio, o Circe surpreende logo no primeiro nariz, com aromas de frutas tropicais muito flagrantes, como Maracujá, Manga e Abacaxi. Mas uma característica que eu amo na Sauvignon Blanc e que ele tem de sobra são as notas herbáceas. E no segundo nariz estas ficam ainda mais evidentes! Identifiquei como aquele “cheirinho de mato” gostoso e grama cortada. Sem dúvida, um rótulo que nos aproxima da natureza em todos os sentidos.

As impressões olfativas se confirmam em boca, tanto com as frutas tropicais quanto com as notas vegetais, adicionando, ainda, um toque cítrico perceptível e agradável. 

Na mitologia grega, Circe é filha de Helios e deusa da Lua Nova, do amor físico, feitiçaria, encantamentos e sonhos. Tomando por base que todos os nomes dos vinhos da vinícola possuem alguma ligação com a mitologia grega, dizemos que Circe é o número 1 dos 5 rótulos que correspondem a essa associação. 

Imagem1

Apesar dos 13% de teor alcóolico, o vinho desce fresco, haja vista a sua acidez equilibrada e de bastante tipicidade quando se trata de um Sauvignon Blanc. Após essa análise, amigo, você já deve ter imaginado que o Circe casou superbem com o Camarão, ao passo que potencializou todo o seu sabor, tornando o nosso momento Dia das Mães ainda mais delicioso! O vinho promete, ainda, fazer bonito com Queijo de Cabra, seja fresco ou curado. Experimente incluir Pêras Portuguesas nessa combinação. É satisfação garantida! 

A VINÍCOLA HELIOS

Criada em 2014, a Helios é uma empresa jovem, mas com objetivos bastante ousados, visto que pretende se tornar uma das cinco principais marcas de vinhos finos nacionais. Isso mesmo! A Helios é uma vinícola brazuca, sediada em Monte Belo do Sul (RS), com parcerias comerciais nas regiões Sul e Sudeste do país, com destaque para as cidades de São Joaquim (SC) e Guaporé (RS).

Mais do que produzir vinhos, a Helios deseja estar associada a todos os momentos inesquecíveis daqueles que apreciam um bom fermentado. Afinal, vinho é celebração, estar junto e misturado! E foi exatamente isso que eu senti no domingo. O Circe fará com que eu me lembre sempre daquele momento especial com a família e os amigos. 


Amigos enófilos, recebi outros rótulos da Helios e pretendo degustá-los em breve. Estou especialmente ansiosa com relação aos tintos, pois tenho ouvido falar superbem de todos. Ou seja, vem mais surpresa boa por aí!

E lembre-se: Vinho Branco é Para Ser Apreciado o Ano Todo, Ok? 

Até a próxima! Ótimos vinhos! Tim-Tim!

Anúncios

O Sauvignon Blanc Favorito de Enófilos Ao Redor do Mundo (Incluindo os Brasileiros!)

Primavera já chegou e o verão bate na porta. Dias quentes, que pedem um vinho branco geladinho! Se for para beber na beira da piscina ou acompanhado de frutos do mar numa praia paradisíaca, melhor ainda! E, antes que me perguntem, não acho nada over abrir uma garrafa de vinho numa faixa de areia. Se isso for deixar o seu dia mais feliz, vá em frente!

pexels-photo-107556

E, em se tratando de vinho branco, o Sauvignon Blanc é perfeito para tudo isso. Trata-se de um dos exemplares de maior frescor, acidez e aromas. Sendo assim, é natural que ele conquiste adeptos nos quatro cantos do mundo. E isso foi provad0 por A+B numa pesquisa realizada pelo aplicativo Vivino, um dos preferidos de quem é apaixonado pela néctar de Baco.

VEJA QUAIS SÃO OS ESTILOS DE SAUVIGNON BLANC MAIS BEM RANQUEADOS

Nos Estados Unidos:

  1. Vale do Loire, média de 4.2 estrelas
  2.  Nova Zelândia, média de 3.91 estrelas
  3. California, média de 3.84 estrelas

Na França:

  1. Vale do Loire, média de 3.71 estrelas
  2.  Nova Zelândia, média de 3.65 estrelas
  3.  Bordeaux, média de 3.55 estrelas

No Reino Unido:

  1. Nova Zelândia, média de 3.87 estrelas
  2. Vale do Loire, média de 3.84 estrelas
  3. Austríaco, média de 3.84 estrelas

Os Mais Populares no Brasil:

  1.  Vale do Loire, média de 3.81 estrelas
  2.  Nova Zelândia, média de 3.79 estrelas
  3.  Austríaco, média de 3.77 estrelas

MUDANÇAS NOS HÁBITOS DOS BRASILEIROS 

Confesso que fiquei surpresa com a inclusão dos brasileiros nesse levantamento, sobretudo por se tratar de um país de Red Lovers, apreciadores de vinhos tintos. Mais uma prova de que estamos abrindo nossos horizontes para novas possibilidades. Sem falar que essa preferência por tintos só pode ser mesmo por tradição, visto que numa terra onde é verão a maior parte do ano, isso soa, no mínimo, controverso.

13241737854_9de305d98a

Outro fato que me chamou a atenção foi a incidência de Sauvignon Austríaco na preferência de britânicos e brasileiros. Achei que poderia ser Austrália, mas conferi mais de uma vez. É Áustria mesmo! Alguém é fã desses exemplares? Nunca provei e fiquei curiosíssima, até porque, como todos vocês bem sabem, sou apaixonada por Sauvignon Blanc!

Agora, me digam: o que vocês acharam dessa pesquisa? Concordam? Acrescentariam algum outro estilo de vinhos desta casta?

Boa primavera! Ótimos Vinhos!

Os Melhores Vinhos Sauvignon Blanc do Mundo

Sou apaixonada por vinhos da casta Sauvignon Blanc. Tudo porque, além de frescos, são extremamente aromáticos. E, sim, a análise olfativa é a etapa da degustação que eu mais amo.

white-wine-with-a-view-1322142-639x426

Pois bem, então hoje vamos à caça dos melhores exemplares de Sauvignon Blanc do mundo. Vem comigo e potencialize sua experiência:

AUSTRÁLIA E NOVA ZELÂNDIA

Sou completamente apaixonada pelos rótulos da Nova Zelândia. É certo que a região se tornou uma das mais famosas quando se trata de Sauvignon Blanc, sobretudo a cidade de Marlbourough. Eles tendem a ser muuuuito mais aromáticos que os franceses, por exemplo.

Ao degustar um SB da Nova Zelândia, espere por: maracujá, pimenta verde, folhas de groselha…

Na Austrália, Adelaide Hills é o refúgio da Sauvignon Blanc. Lá, é possível encontrar vinhos frescos e bastante frutados.

Ao degustar um SB da Austrália, espere por: frutas tropicais (abacaxi, maracujá..), raspas de limão, groselha…

wine and grapevine

FRANÇA

Na França, as duas principais regiões produtoras de Sauvignon Blanc  são o Vale do Loire e Bordeaux. No Loire, há duas aldeias (Sancerre e Pouilly-Fumé) que se tornaram famosas por seus vinhos excepcionais, com frescor e sabores bem acentuados. 

Ao degustar um SB do Vale do Loire, espere por: folha de groselha, grama cortada, urtiga…grama

ESTADOS UNIDOS

Os EUA produzem vinhos menos herbáceos e com aromas mais particulares, já que suas regiões vinícolas são mais quentes que as europeias e neozelandesas. É possível que você se depare com rótulos “Fumé Blanc”, que nada mais é do que um nome diferente para a casta, adotado pelo pioneiro Robert Mondavi nos anos 60. 

Napa Valley é a região onde mais se produz Sauvignon Blanc na América, sendo que é uma das poucas no mundo onde se encontram exemplares barricados. Sou exímia apreciadora desses rótulos, cujas características aromáticas explodem em novas nuances, próprias do carvalho. Já tive oportunidade de provar um barricado da Nova Zelândia que até hoje não me sai da memória.

Ao degustar um SB dos EUA barricado, espere por: grama cortada, aspargos, torrefação, baunilha, alcaçuz…

Ao degustar um SB  dos EUA com pouco tempo de barrica, espere por: pêra, maçã, mamão, baunilha…

Ao degustar um SB dos EUA unoaked (sem barrica), espere por: casca de limão, maracujá, grama cortada…

white-wine-1318942-639x583

CHILE

O Chile é um dos grandes produtores de Sauvignon Blanc do mundo, especialmente em suas regiões mais frias, como Casablanca, San Antonio e Valparaíso. Lá, você encontrará uma das expressões mais aromáticas desta casta. E se tratando de Chile, pode esperar por rótulos com ótimo custo-benefício aqui no Brasil.

Ao degustar uma SB do Chile, espere por: frutas cítricas, abacaxi, maçã verde, pêra, nectarina, grama cortada. 

ÁFRICA DO SUL

A África do Sul também produz maravilhosos vinhos da casta Sauvignon Blanc. Aqui vemos métodos de vinificação influenciados tanto pela escola de Bordeaux quanto da Nova Zelândia. Por um lado, alguns rótulos são bastante frutados, porém, com corpo mais leve que os neozelandeses. 

O método alternativo da África do Sul inclui o uso do carvalho, resultando em exemplares que se aproximam de um Bordeaux branco. Isso permite que esses vinhos possam envelhecer em garrafa com tranquilidade. No que diz respeito às regiões geográficas, as principais são Constantia e Elgin, devido às suas proximidades com o mar e as melhores correntes de ar. 

IMG_0632b

Ao degustar um exemplar de SB da África do Sul, espere por: frutas tropicais, abacaxi, maçã, casca de laranja, melão…

Enfim, espero que este guia te ajude na busca dos melhores vinhos Sauvignon Blanc. Seja para acompanhar aquele prato de frutos do mar ou o queijinho de cabra, é o estilo de vinho que faço questão de ter sempre na adega.  Por fim, não tenha medo de explorar outros países, como México e o nosso Brasil, que vêm se destacando muito no cenário mundial.

Bom início de semana! Bons vinhos! Tim-Tim!

Todo o Perfume da Sauvignon Blanc

Sou uma amante dos vinhos finos brancos, do tipo que não os abandona nem no inverno. E, quando se trata deles, não tenho casta favorita. Cada um me conquistou de um jeito, por suas próprias qualidades.

Sauvignon_blanc_vlasotince_vineyards

Os vinhos da casta Sauvignon Blanc, por exemplo, me atraem por serem os mais aromáticos. Amo tentar descobrir suas nuances olfativas. Abacaxi, Maracujá, Maçã Verde… Sem falar que sua leveza e frescor possibilitam inúmeras combinações com alimentos, todas deliciosas!

SAUVIGNON BLANC

A Sauvignon Blanc é uma das cepas mais plantadas no mundo, sobretudo na região francesa do Vale do Loire, mesmo sendo originária do terroir de Bordeaux.

Ultimamente, tenho provado vinhos finos de outros países, incluindo África do Sul e Nova Zelândia. Neste último, a Sauvignon Blanc ganhou destaque e personalidade própria. Porém, ela também é facilmente encontrada no Chile, Brasil e Estados Unidos, tendo se adaptado lindamente nessas regiões.

sauvignon-blanc-uva

Outro aspecto curioso é que a uva Sauvignon Blanc, em conjunto com a tinta Cabernet Franc, formam o cruzamento daquela que é considerada a Rainha das Uvas Tintas: a Cabernet Sauvignon.

NO VELHO MUNDO

Falando de França, tanto no Vale do Loire quanto em Bordeaux, a Sauvignon Blanc produz estilos de vinho bastante diversificados. No Loire, ela é protagonista de exemplares como Sancerre, Pouilly-Fumé e Menetou-Salon. Apesar de diferentes entre si, esses vinhos podem exalar notas minerais, de lima e até grama cortada! Sabe aquele cheirinho de mato fresco? Adoro! 

wine-633122_640

Em Bordeaux, a Sauvignon Blanc costuma participar de assemblages com a branca Sémillon, tanto em vinhos secos leves quanto na formação de vinhos doces botritizados, como o Sauternes. 

NO NOVO MUNDO

Voltando à Nova Zelândia, os vinhos finos produzidos com essa casta na região de Malbourough conquistaram o mundo. Na minha última aula do Ciclo Básico, na ABS, degustamos um exemplar desse, que tinha passado por barrica de carvalho. Além de extremamente aromático, com notas de maracujá e goiaba, ainda tinha aquele toque amanteigado, típico da madeira. Sem dúvida, um rótulo de bastante personalidade. Ótimo para quem gosta de explorar novos sabores.

wineofweek-1
Esse é o rótulo que degustei, da Nova Zelândia. Diferente e, ao mesmo tempo, especial.

No Chile, também é possível encontrar vinhos muito interessantes elaborados com Sauvignon Blanc, sobretudo aqueles produzidos na região de Casablanca.

No Brasil, tenho ouvido muito falar de um rótulo chamado Dona Enny, da Vinícola Villaggio Bassetti. Trata-se de um vinho de altitude, elaborado na Serra Catarinense e que já recebeu diversos prêmios. Pretendo degustá-lo ainda esse mês, nas minhas férias nesse terroir. 

HARMONIZAÇÃO

Aromática e naturalmente ácida, a Sauvignon Blanc produz exemplares que harmonizam perfeitamente bem com queijo de cabra (experimentei esta semana, no meu curso de queijos & vinhos) e risotto de aspargos, sendo que este último é um dos ingredientes mais difíceis de se combinar com vinho.

Geralmente, o Sauvignon Blanc é minha primeira escolha para acompanhar iguarias da culinária japonesa, como sushis e sashimis, sobretudo os rolinhos-califórnia elaborado com pepino e frutas. Frutos do mar, em geral, também formam um par delícia com esse branco, que certamente é um dos meus queridinhos.

10384769855_3ea1b5b445_z
Risotto de Aspargos. Foto by Brandon Grasley

E, se você ainda tem resistência em degustar rótulos brancos, mude seus conceitos e permita-se desfrutar de um refrescante Sauvignon Blanc. Ideal na companhia dos amigos, seja em um dia de sol, na beira da piscina, ou no friozinho, em torno de um saboroso fondue de queijo.

Espero que tenham gostado! Bons Vinhos! Tim-Tim!

 

 

 

Clericot com Sauvignon Blanc

Sempre adorei drinks com vinho: são bonitos, refrescantes e não deixam de ser uma forma original de degustar a nossa bebida favorita. Pensando nisso, hoje decidi postar para vocês uma deliciosa receitinha.

Que tal servir um Clericot como Welcome Drink para os seus amigos? É uma ótima pedida para aquela festinha que você organizou para apresentar a nova casa, ou seja, o famoso “Open House”. Escolha um bom Sauvignon Blanc. É aromático e fresco na medida. Deixe de lado essa ideia de que drink é para ser feito com qualquer vinho. Pense no resultado final e vamos lá!

16566289722_d18676710c_z

Ingredientes:
  • 1 Garrafa de vinho branco gelado Sauvignon Blanc
  • 2 Xícaras de frutas picadas – uva, maça, manga, morango, kiwi, tangerina/laranja, pêssego, banana (pode parecer uma combinação inusitada, mas pode ir na fé que funciona)
  • 2 Cálices de licor de laranja (Grand Marnier, Cointreau, o da Sua Avó, etc)
  • 2 Cálices de club soda ou água com gás (também pode ser espumante)
  • Gelo picado
  • Açúcar a gosto (eu não batizaria o Sauvignon Blanc com açúcar, mas já que a receita pede, fica a critério de cada um)
Modo de preparo:
  • Coloque as frutas picadas em uma jarra e despeje o licor sobre elas. Espere alguns minutos.
  • Adicione o ClubSoda, ou espumante, e o gelo picado. Por último o vinho branco bem gelado
  • Açúcar se achar necessário.
  • Sirva a jarra com uma colher, para poder servir as taças com as frutas

Fique à vontade para testar outros ingredientes. Quando se trata de drinks, não se limite e dê asas à imaginação. Eu adoro!

Bons Drinks e Ótimos Vinhos

 

 

 

Gato Negro Sauvignon Blanc

Mais um do fim de semana. Sempre gostei muito do Gato Negro, de todas as castas. Reza a lenda que numa Vinícola alemã, em uma degustação em que enólogos teriam que escolher entre 3 barricas, inesperadamente foram surpreendidos por um gato negro que saltou em uma delas e, então, a barrica foi eleita! E se tornou nome de um dos chilenos mais populares. Amarelo palha com reflexos esverdeados. Notas de abacaxi, maracujá, limão. Frutado e fresco.

gatonegro_2

Harmoniza bem com saladas e frutos do mar. Este foi R$26,90 na Le Petit Sommelier , um dos melhores preços, batendo o de vários supermercados. Se for comprar mais de uma garrafa, vale o valor do frete.‪#‎vinhosdofimdesemana‬ ‪#‎vilavinifera‬ ‪#‎salvignonblanc‬ ‪#‎gatonegro‬ ‪#‎chile‬‪#‎sanpedro‬ ‪#‎wine‬ ‪#‎winelovers‬ ‪#‎vinhobranco‬ ‪#‎vinblanc‬ ‪#‎vinho‬