Os 12 Aromas Mais Raros do Vinho Fino

Ah, o nosso néctar tem diversos segredos e entre eles estão os aromas. Às vezes simples, exóticos, em outras excêntricos. Sem dúvida, são os responsáveis por nos proporcionar momentos memoráveis diante de uma taça de vinho fino e fazem da degustação um verdadeiros evento. E foi pensando nisso que hoje trouxe para vocês alguns dos aromas mais raros e surpreendentes contidos na nossa bebida favorita.

dog-1310545_640

  1. GASOLINA: até hoje eu adoro um cheirinho de gasolina quando meu marido abastece o carro no posto. É difícil explicar o porquê, mas, no geral, esse odor não é nada atraente para a maioria das pessoas. Porém, este cheiro é perceptível em grande parte dos vinhos Rieslings de alta qualidade, envelhecidos e que figuram nas adegas de alguns dos maiores colecionadores de vinhos.                                                       gasolina-aroma-02
  2. FUMAÇA: é comum sentirmos aroma semelhante em alguns exemplares jovens da variedade Syrah. Os compostos de enxofre são inofensivos no vinho, desde que não sejam intensos. Eu não gosto nem um pouquinho. aroma-humo-02
  3. TERRA MOLHADA: cheirinho bom, que me remete à infância. Aquele momento do verão, quando a chuva está prestes a chegar. Que coisa boa! As notas de terra molhada estão associadas aos vinhos maduros e encorpados, encontradas com mais facilidade em variedades como Cabernet Sauvignon e Merlotaroma-tierra-mojada-02
  4. ASPARGOS EM CONSERVA: essas notas verdes são típicas de vinhos brancos  elaborados com Sauvignon Blanc. São aromas herbáceos, que evocam aspargos em conserva. aroma-esparrago-02
  5. EUCALIPTO: não é um aroma que se atribua comumente aos vinhos, mas podemos distingui-lo em alguns exemplares de Cabernet Sauvignon. Se é muito intenso, o “cheirinho de sauna” pode ser o responsável pela má qualidade dos fermentados.aroma-eucalipto-02
  6. TABACO: é a essência dos vinhos tintos de Bordeaux. É desenvolvido pela combinação da Cabernet Sauvignon com Merlot, Petit Verdot e Cabernet Franc. Corresponde, ainda, aos cheiros advindos da barrica de carvalho na qual o vinho foi envelhecido. O resultado é um cheiro de rapé ou, ainda, de uma caixa de charutos cubanos. tabaco-aroma-02
  7. MANTEIGA: Especialmente detectável nos rótulos de Chardonnay de alta qualidade, este aroma possui uma forte presença de manteiga fresca. Também pode ser encontrado em alguns tintos Tempranillo e Merlot. Ou seja, são odores próprios de vinhos que passaram por fermentação malolática. mantequilla-aroma-02
  8. COURO: confesso que adoro aquele cheirinho de bolsa nova. E, sim, é possível detectá-lo em alguns vinhos, sobretudo aqueles com sinais evidentes de evolução em garrafa e que provavelmente passaram por carvalho. Essas notas variam entre o couro selvagem e a pelica. Entre as uvas que podem desenvolver essas notas estão a Monastrell, Tannat, Tempranillo, Syrah etc.   cuero-aroma-02
  9. ROSAS: um dos aromas mais agradáveis do vinho, sendo característico das variedades Gewürztraminer, Moscatel e Nebbiolo.rosas-rojas-aroma-02
  10. CACHORRO MOLHADO: trata-se de um defeito organoléptico surgido em diferentes momentos da vinificação. São odores com conotações animais, que anulam totalmente o frutado de qualquer variedade de vinho. perro-mojado-02
  11. XIXI DE GATO: este cheirinho nada agradável é próprio de vinhos de alta qualidade, sobretudo os elaborados com a uva Sauvignon Blanc. Sua expressão é sutil e não prejudica a percepção de outros aromas. No entanto, se considera um defeito se o odor for forte e persistente. pis-de-gato-2
  12. OVO PODRE: é um dos defeitos mais frequentes, desagradáveis e fáceis de identificar. É um odor originado pelo sulfureto de hidrogênio e mercaptanos. Em certas ocasiões, ajudam na aeração do vinho. huevo-podrido

É sempre bom ficar por dentro desses possíveis odores, a fim de que a análise olfativa se torne o mais satisfatória possível. Um dos encantos do vinho é, sem dúvida, a possibilidade de desvendarmos sua personalidade. Obviamente, os aromas fazem parte disso.

Boa semana! Ótimos vinhos! Tim-tim!

Referência: The Big Wine Theory

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s