Wine Drinks: Aprenda a Fazer um New York Sour

Sim, sexta-feira! Dia de receitinha de Wine Drink para alegrar o seu fim de semana! E hoje eu trago um coquetel que já se tornou um clássico, visto que reúne o que há de melhor na mixologia ao nosso amado néctar de Baco.

new-york-sour-horizontal-crdt-casey-claflin

HISTÓRIA

O drink foi criado  no século XIX, na cidade norte-americana de Chicago, sendo que no início do século XX o mesmo já era conhecido como New York Sour. Uma tremenda inovação para a época, que misturava o Whiskey Sour com um float de vinho tinto.

A rota percorrida  pelo coquetel de Chicago até se tornar “New York” é desconhecida, mas a revitalização da técnica pode ser atribuída a David Wondrich, que a descreve em seu livro Imbibe!. Trata-se do  “claret snap”.

O método do “snap” (toque) de Claret (vinho tinto) era tão forte em Chicago, que numa entrevista de 1883 um bartender diz: “Os homens que tomam sours esperam receber o toque de vinho em todos bares, e quando este não é colocado fazem questão de pedir.”.

CADA TIPO DE VINHO PODE CRIAR UM DRINK DIFERENTE

Sem dúvida, o bacana do Sour é que cada variedade de tinto pode dar origem a coquetéis com nuances diferentes. Por isso, é bem legal testar com diversos tipos, como Malbec, Carmenére, Merlot, Cabernet Sauvignon… a fim de descobrir o New York Sour que mais combina com o seu paladar.

Para preparar o Float de Vinho, o ideal é derramá-lo sobre as pedras de gelo que estiverem no copo, mas pode-se utilizar uma colher para auxiliá-lo a formar a camada de vinho. Trata-se de um efeito visual lindo para qualquer drink, que obviamente, só é possível graças ao nosso amado néctar e permanece durante toda a duração do coquetel, desde que se beba um gole que também pegue a camada que corresponde ao whiskey sour.

Ou seja, beber somente a parte de cima lhe trará apenas os sabores do vinho. Por isso, dê um grande gole e desfrute o máximo desta combinação. Se você preferir bater o vinho junto com o whiskey e o gelo, aí terá um New Yorker!

VAMOS À RECEITINHA

 Ingredientes:

60 ml de bourbon whiskey
30 ml de suco de limão siciliano
15 ml de xarope de açúcar (esse xarope meu irmão aprendeu a fazer com um barman, é super simples: só ferver um pouquinho de água com açúcar até dissolver. Ele usa muito em margaritas. Fica 10, pois quebra o azedo do limão). 
2 dashes de Angostura (Angostura é uma bebida amarga, aromática que é usada no preparo de coquetéis clássicos e em algumas receitas de cozinha, Vende aqui ).
15 ml de vinho tinto (para o float)

Modo de Fazer:

Bata vigorosamente os ingrediente com gelo e coe para um copo on the rocks (próprio para Whiskey) com gelo novo. Flutue o vinho e enfeite, se quiser, com uma casca de laranja.


Fico muito feliz em ajudar a resgatar os velhos clássicos da mixologia vinífera. Essa receita, em especial, é magnífica. Difícil ver alguém que não sorria logo no primeiro grande gole. Com gelo, então, vai super bem no verão e, nos dias de hoje, é superchique e diferente.

Que tal experimentar nesse fim de semana? Marque sua foto com a hashtag #vilavinifera que republicamos no nosso Instagram! É um drink lindo de viver! Apesar de não ser fã de whiskey, sou apaixonada por essa combinação.

Bom fim de semana! Bons Vinhos! Ótimos drinks! Tim-Tim!

Referência: Imbibe Magazine, Mixology News 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s